quinta-feira, abril 24, 2014

Bivalves, toxinas & informação


 Foto:Mexilhões na Praia das Maçãs em 2009

Na véspera da sexta-feira Santa, 18 de Abril, dia em que a tradição "obriga" a apanhar mexilhão, enviámos à Capitania de Cascais o seguinte  pedido de informações sobre a situação:

Enviada: quinta-feira, 17 de Abril de 2014 21:20
Para: CAP P CASCAIS - Capitania
Assunto: Apanha de Bivalves

Boa noite,
Sendo autor de um blog da região de Sintra, tomei conhecimento durante o final de tarde da interdição da apanha de bivalves em virtude da existência de toxinas. Havendo nesta zona do litoral a tradição da apanha lúdica de mexilhão nas sextas-feiras Santas. Gostaria de saber quais as medidas previstas para evitar a apanha e a posterior venda de mexilhão, para todos que desconhecem os perigos para a saúde da ingestão de bivalves nesta altura.
Cumprimentos

http://www.riodasmacas.blogspot.com

 http://riodasmacas.blogspot.pt/2014/04/interdita-apanha-do-mexilhao.html

A resposta da Capitania de Cascais-recebida hoje, 23 de Abril de 2014:


Junto se transcreve o teor do despacho do Capitão do Porto exarado no seu email:

                                                                                  “DESPACHO
  1. Ciente
  2. Para alem da informação disponibilizada no sitio da internet do IPMA e da Capitania, foi igualmente promulgado o respectivo Edital por este Órgão Local da Autoridade Maritima, ao qual foi dada a divulgação habitual.
  3. Para além disso, a Policia Maritima, em articulação com outras entidades, nomeadamente a Policia Municipal de Cascais, tem vindo a desenvolver acções informativas, no âmbito das acções de policiamento dos espaços marítimos sob jurisdição nacional.
  4. Por fim, relembro que a venda de organismos marinhos provenientes da apanha lúdica é proibida por lei.
  5. Informe-se o cidadão.

                                                                       Assinado pelo Capitão do Porto
                                                                        Dario de Oliveira Pinto Moreira
                                                                                  Capitão-tenente”

4 comentários:

Anónimo disse...

Já agora... a junta de freguesia não tem o dever de informar também os seus fregueses? e nao sabe ela o que se passa nesta altura? ou fecha os olhos? terei resposta?
Candido

Nuno Saraiva disse...

O alerta saiu ao final da tarde, já fora do horário de expediente da Junta de Freguesia para que se podessem tomar acções por via "normal".

Parece-me que este procedimento cairia fora do âmbito da Junta.

Na minha opinião era a Guarda MArítima e GNR que deviam ter alertadas e tomado medidas.

pedro macieira disse...

Candido,
Havendo para o dia de sexta-feira Santa um "Festival do mexilhão" patrocinado pela Junta de Freguesia - embora tenha feito uma declaração à agência Lusa, de que os mexilhões, estariam todos certificados pelos restaurantes participantes, seria necessário mais informação para os que apanharam os mexilhões, seguindo a tradição.
Cumprimentos

Anónimo disse...

Ok.
Obrigado pela informação.
Gosto de saber que todo o peixe é certificado, mesmo por quem é proprietário de restauração e o pesca directamente.
Candido