quinta-feira, abril 17, 2014

O Dia Internacional dos Museus e Sìtios no Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas



O Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas realizou ontem dia 16 de Abril, no âmbito do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, uma conferência seguida de visita intitulada «A villa e a necrópole romanas do Casal do Rebolo (Almargem do Bispo, Sintra)» guiada .por Alexandre Gonçalves, onde está patente o espólio mais significativo daquele importante sítio arqueológico de Sintra.

 "Tendo como ponto de partida as atitudes do Homem perante a morte, a exposição "Diis  Manibus - Rituais da Morte durante a romanidade" dá a conhecer um importante conjunto de materiais arqueológicos descobertos na região de Sintra"

"A região de Sintra integrava durante a Antiguidade o extenso território rural administrado pelo senado de Olisipo, a única cidade da Lusitânia que obteve o previlegiado estatuto do Municipio de Direito Romano. A zona mais ocidental do Municipio Olisiponense, onde se intregra o território sintrense, apresenta uma inequívoca unidade  cultural, social e económica, de que a epigrafia recolhida constitui um bom testemunho.
Na região de Sintra o processo de romanização é bastante precoce, estendendo-se pelo menos desde meados do século II a.C. até ao momento em que esta cidade recebeu o referido estatuto municipal cerca de 30 a.C.""


"Foi possivel identificar áreas de necrópole contemporâneas do respectivo local de habitação,  nomeadamente na Granja dos Serrões, Casaç do Rebolo, Santo André de Almoçageme, Casal de Pianos e no Casal do Silvério."

http://riodasmacas.blogspot.pt/2008/09/vila-romana-de-santo-andr-em-almoageme.html

Créditos:
 Excertos de um texto de  "Rituais da Morte durante a Romanidade" do Museu Aqueológico de São Miguel de Odrinhas.

Sem comentários: