domingo, agosto 14, 2016

Coisas do Vinho de Colares IV

Marketing da Adega Regional de Colares em 1938

Reprodução de página de"O Vinho de Colares"
Numa reimpressão de “O Vinho de Colares” edição da Adega Regional de Colares de 1938 , feita pela C.M.Sintra encontramos uma obra muito interessante e um grafismo da época, que demonstra o cuidado com a imagem que o vinho de Colares já teria para os produtores nessa altura.
Transcreve-se um texto publicitário sobre o vinho de Colares:


"O Vinho de Colares é vinho com corpo, alma e perfume.
É o vinho da mais linda cor rubi, quando novo, e de cor acastanhada, ou casca de cebola velha, quando antigo.
Antes de o beber deve, através do copo, contemplar-se a sua linda cor e asperar-se o seu rico perfume.
Num trago delicado é agradabilíssimo por toda a boca; o sabor e o perfume mixto de amêndoas e violetas dispersa-se estimulando o paladar.
O vinho de Colares é um vinho servido nas refeições não embota o gosto apurado para o vinho do Porto; o vinho branco servido com o peixe, o vinho tinto acompanhando entradas de carne, ou de caça, não estraga, não torna insensível, nem enfraquece a sublimidade receptiva daquele vinho fino do Douro.
Pela delicadeza da sua composição e perfume não convém deixá-lo na garrafa de um dia para o outro.
É finalmente um vinho para apreciadores, para os que sabem beber, para os que tem o sentido gustativo, refinado e distinto."



Rótulo Collares Burjacas de J.Gomes da Silva Júnior

Posts relacionados:Caves Visconde de Salreu-pressionar
Ode ao Vinho Ramisco -pressionar
Vinhedos e Vinhos - pressionar
Almoçageme e o Vinho Ramisco-pressionar
A Fundação Oriente e o vinho de Colares-pressionar

Sem comentários: