sexta-feira, dezembro 02, 2016

A casa do Penedo de Álvaro Cunhal

No momento em que se realiza o XX Congresso o PCP, e porque o Penedo foi uma passagem e local de apoio após a fuga de Caxias de Álvaro Cunhal - Penedo, que terá tido uma grande importância  pessoal para o Ex-Secretário do Partido - reeditamos e actualizamos um post que publicámos em 10 de Novembro de 2013.
http://riodasmacas.blogspot.pt/2013/11/efemeride_10.html

A casa utilizada por Álvaro Cunhal no Penedo/Sintra para se refugiar após a sua fuga com outros companheiros da cadeia de Peniche (fonte.TVI)

"No Penedo (Março de  1960), conhece a filha mais velha do casal Isaura Maria Pereira da Silva (Moreira) então com 19 anos com quem passa a viver maritalmente quase de imediato. A filha de ambos, Ana, viria a nascer em Dezembro de 1960.
(...)
Segundo depoimento de Isaura Moreira, a casa do Penedo era muito espaçosa, o que permitia alguma privacidade e Cunhal  baptizou-a como «Monte Ararat» em referência ao local onde pousara a arca de Noé depois do dilúvio.  A vista desafogada agradava a Cunhal, depois de muitos anos de espaço confinado na prisão. Podia igualmente fumar num pátio da casa. O partido colocara à disposição de Cunhal um carro, que usava para se deslocar à série intensa de reuniões que se iniciaram de imediato. Mas depois de tantos anos preso, aproveitava também a solidão do Penedo para sair de casa e passear nos arredores."
In  "Álvaro Cunhal -Uma Biografia Política/O Secretário Geral" de José Pacheco Pereira

Foto retirada de "Álvaro Cunhal -Uma Biografia Política/O Secretário Geral" de José Pacheco Pereira

 Foto  publicada  pela primeira vez em 10/11/2013 de Álvaro Cunhal, no 1º de Maio de 1974 em Lisboa, 5 dias após seu regresso a Portugal


Sem comentários: