quarta-feira, dezembro 07, 2016

Elementos da história da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Colares

No ano do 126º Aniversário dos Bombeiros Voluntários de Colares, alguns elementos da sua centenária história

Bomba  braçal Flaud (1891)
Bomba3BVCblog.jpg
A bomba Flaud doada aos B. V. de Colares pelo Comandante Eduardo Rodrigues da Costa em 1891

Bomba braçal Metz (1915)
Bomb2BVCblog.jpg
Bomba Metz, adquirida em 1915

Abril de 1915 "Sendo necessário ir ao Porto buscar a bomba braçal encomendada à firma Augusto Soares& Irmãos, foi resolvido enviar 5 homens ao Porto os quais, ao mesmo tempo representariam a Associação na cerimónia de inauguração do monumento a Guilherme Gomes  Fernandes."
In "Cem anos fazendo o bem" de António Caruna


Outubro 1921-"Registou-se um pavoroso incêndio no Royal Hotel Belle-Vue na Praia das Maçãs, ficando o edificío praticamente destruído.
(...)
Dali a pouco, apareceram os Bombeiros de Colares com a sua bomba braçal em aflita correria. O Com. José Maria de Oliveira conseguiu que o responsável pela estação dos eléctricos do Banzão,de apelido Garcia e pai de Renato Lobo Garcia - que durante muitos anos foi funcionário da Adega Regional de Colares e um esforçado dirigente dos Bombeiros Voluntários de Almoçageme -, a transportar a bomba e os bombeiros numa vagoneta atrelada ao eléctrico.
Com autorização e até convite do sr.Garcia, o eléctrico levou não só os bombeiros e o seu material como até os populares que ali se encontravam, incluindo o nosso Fernando Serôdio."
In "Cem anos a fazer o bem" de António Caruna
Bomba7BVCblog.jpg
Bomba braçal Metz

5 comentários:

Pedro disse...

E estas relíquias moram em Colares? Podem ser visitadas?

pedro macieira disse...

Pedro,
Estas Bombas braçais estão expostas na área museológica do Quartel dos B.V.de Colares o acesso não deverá ter qualquer limitação.

Pedro disse...

Obrigado. Tentarei por lá passar.

pedro macieira disse...

Viva Pedro,
Espero ver em breve desenhos das bombas braçais. Relativamente aos Bonbeiros Voluntários de Almoçageme , ele também têm uma bomba braçal "Flaud"- curiosamente vendida pelo meu Bisavô, quando era ainda Comandante dos Bombeiros Voluntários de Lisboa, em 1895 -antes de fundar os Bombeiros Lisbonenses em 1910. Bomba que ainda não consegui fotografar porque o acesso é mais dificil à zona do museu em Almoçageme. Abraço

pedro macieira disse...

http://riodasmacas.blogspot.pt/2016/12/a-bomba-flaud-dos-bombeiros-voluntarios.html