domingo, março 30, 2008

Festas do 'jet-set' em Colares e Alcoitão há 40 anos

Decorria o ano de 1968, neste país cinzento, quando duas festas juntaram em Portugal o supra-sumo do 'jet-set' internacional, assunto que teve enorme impacto na comunicação social nacional e além fronteiras.

A imprensa portuguesa da época, dava grande destaque às festas dos VIP’s que se realizavam na Quinta do Patiño, do magnata do estanho boliviano Antenor Patiño em Alcoitão e na Quinta do Vinagre em Colares.

Quinta do Vinagre em Colares
A festa na Quinta do Vinagre de Pierre Schlumberger, casado com uma portuguesa, a baronesa Conceição Schlumberger,teve mais de mil convidados. A princesa Irene da Holanda, Henry Ford e Aga Khan dançaram em Colares até de madrugada ao som da orquestra de Mills Hayden.

A lista de convidados do jet-set era impressionante, entre os convidados que vieram a Portugal estava,Ginna Lollorigida ,Zsa Zsa Gabor, Ira de Furstenberg, Audrey Hepburn, Capucine, Gunther Sachs, Douglas Fairbank, Imperatriz Soraia,Valentino e membros das familias Rothchild, Niarchos e Rockefeller, etc,etc.


Texto baseado no artigo do D.N “Festa Patiño foi há 40 anos” de Rita Roby Gonçalves de 29-03-2008

Foto do palacete do Vinagre retirado de “Associação de bombeiros voluntários de Colares 1890-1990” de António Caruna

11 comentários:

viajante disse...

Sempre que passo perto dos portãos da Quinta (agora quase sempre abertos) me recordo desses tempos.
Havia GNR (e outros " senhores ") por todo o lado.
Hoje multiplicam-se as festas mas não com tão distintos convidados.
Se as há...são mais discretos.
Um abraço

viajante disse...

Caro Pedro. Apenas uma curiosidade.
Tomei conhecimento que o vereador Marco Almeida tinha um blog sobre Sintra. ( Viver Sintra )Mais um e agradecemos. No entanto julgo ser mais um veículo para propaganda politica. E fiz um comentário onde escrevi, claramente, o meu desacordo com a actual vereação, e ao facto de ver que o blog pouco terá de sintrense.
Com a moderação de comentários, o mesmo... sumiu-se.
Que tal ?
Um abraço.

Anónimo disse...

Lembro-me, apesar de miúdo, do alarido que estas festas provocaram e de me contarem que havia quem tentasse fazer-se passar por motorista por um só dia, para guiar os famosos e... poder transpor os portões da quinta!

pedro macieira disse...

Viajante:
Recordo-me, de na altura das festas de Alcoitão e da Quinta do Vinagre, o impacto que aconteceu na imprensa da época, e ter sido um factor de grande curiosidade para mim,adoslescente mas já com a mania dos jornais.Na época em que em Portugal,se ouvia a BBC, para saber o que por cá se passava.E ter por cá tantas celebridades era um assunto de grande interesse,mas se me lembro não havia fotos das festas, mas só da entrada dos VIP's.
Quanto blog do vereador, já passei por lá, masnão achei minimamente interessante.
Um abraço

pedro macieira disse...

Caro anónimo,
Agradeço a visita e o comentário. Recordo-me de na altura seguir com atenção a imprensa sobre este assunto, ainda mais porque passava já na altura pela estrada em colares que passa pela Quinta,a caminho de Almoçageme e se a minha memória não me atraiçoa, penso que o portão da Quinta junto á estrada, terá sido construído nessa altura.
Um abraço

mariana disse...

Boa tarde,
Trabalho numa produtora de tv e no âmbito de uma pesquisa que estou a fazer, procuro informação precisamente sobre as festas do jet-set em 68. Se alguém ler este post e tiver participado de uma forma ou de outra nas referidas festas (como convidado, motorista, cozinheiro, ou apenas tenha espreitado o jet-set)p.favor diga alguma coisa p aqui (posteriormente darei o meu contacto).
Muito obrigada.

Anónimo disse...

bom dia.
Após pesquisar Quinta Patinõ, sinto a nostalgia da minha adolescência.Os meus pais conheceram-se lá, nasci e cresci na Quinta Patiño. Ficamos até 1991, depois de ser vendida aos Espirito Santo. Tenho fotos "unicas" que ninguém tem. Actualmente é só betão dentro de 40 hectares. Salva-se o Palácio, um sitio único.

pedro macieira disse...

Caro anónimo,
Agradeço o seu comentário. As festas na Quinta do Patiño e na Quita do Vinagre em Colares, foram eventos de que me lembro perfeitamente, e nessa altura em Portugal cinzento, festas com figuras do jet-set era coisa rara, e sempre tive muito interesse em conhecer aqueles locais. Como diz que tem fotos da Quinta de Alcoitaõ, se pretender que este blogue as publique, na continuação deste post sobre as festas doa anos sessenta, terei todo o gosto em o fazer.
Um abraço

Anónimo disse...

(Em resposta à mariana)
Boa tarde. Meus pais foram à festa do Patino: eu era minimo nao me lembro de nada mas lembro-me de no dia a minha mae estar um deslumbre vestida de branco e eu ter perguntado se a mãe ia casar outra x. Ainda tenho esse vestido Valentino de top de alças todo bordado a vidros contas espelhinhos etc. a saia é lisa de shantung branco. Se tiver interessada posso facilitar fotografias da epoca dos meus pais a chegada da festa e tb do vestido

Anónimo disse...

Olá. A minha avó Maria Adelaide Dique Bandeira Nobre dos Reis Barreto Borges era proprietária da Quinta do Vinagre que entretanto por tantas mãos tem passado e tanto se tem degradado...por vezes ainda desço a rua e observo o átrio para recordar as histórias que me contavam mas é com muita pena que vejo o estado em que se encontra...

Anónimo disse...

Ao Anonimo que foi criado na quinta Patino: Devemo-nos conhecer pois eu também fui lá criado dentro...estou curioso