sexta-feira, novembro 06, 2009

A casa de Pancho Guedes na Eugaria

CasaPanchoGuedes
CasaPanchoGuedes2
Amâncio d'Alpoim Miranda Guedes mais conhecido por Pancho Guedes, nasceu em 1925 é arquitecto, pintor, escultor e pintor modernista.É autor do "Casal dos Olhos", em Eugaria, perto de Colares. Estudou em S.Tomé, Guiné ,Lisboa, Lourenço Marques (actual Maputo), Joanesburgo e no Porto.Trabalhou no departamento de arquitectura da Universidade de Witwatersrand, em Joanesburgo e na Universidade Lusófona, em Lisboa, durante o ano académico de 1996/97.

10 comentários:

zm disse...

Agora, que abriste esta caixa de Pandora, terás que seguir com a Casa do Alto, do Valsassina, no Banzão; a outra do Valsassina, mais perto da prais das Maçãs; a do Nuno Vidigal, quase em Janas; as do Manuel Graça Dias, em Nafarros e no Penedo; a Casa do Corredor, dos Aires Mateus, em Nafarros; as diversas casas do João Brandão e da Margarida Gomes; as do gabinete Simbiose (já são 4 aqui na zona), etc.
Eu gostaria de ter feito isso, mas não tenho tempo. Espero que consigas visitá-las e fotografá-las todas.
Já agora, tenta também a casa onde mora o Mário Laginha, no alto do Penedo, da Leonor Duarte Ferreira.
Aguardo entusiasmado pela continuação...
Um abraço.
ZM

viajante disse...

As coisas maravilhosas que o Pedro descobre.
Um abraço

zm disse...

Esqueci-me de referir também a Casa do Pego, do Álvaro Siza, na zona do Rodízio.
Aguardo mais destes posts.
Um abraço.
ZM

pedro macieira disse...

zm,
Pois, é um grande desafio...que aceito!
Não sei com que ritmo, mas tentarei aproximar-me do objectivo.
Um abraço

pedro macieira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
pedro macieira disse...

Viajante,
Sintra possibilita estar sempre a fazer descobertas.
Um abraço

Anónimo disse...

Há mais arquitectos de nomeada pela zona, é bom não esquecer Nuno Teotónio Pereira e Duarte Nuno Simões entre outros.
G.Lima

pedro macieira disse...

G.Lima,
Agradeço o comentário, mas está a tornar-se uma lista infindável...
Acrescento eu - o Arquitecto Keil do Amaral, neto de Alfredo Keil e a sua casa no Pinhal do Rodízio para sua mãe, Guida Keil.
Um abraço

Carlos Freitas disse...

Grande Pedro só por isto vale a pena passar por aqui. Conhecer um Portugal desconhecido aqui... tão perto de nós. Obrigado.

pedro macieira disse...

Carlos Freitas,
Embora focado mais na vertente histórica, tenho agora um desafio de olhar para a arquitectura Moderna/contemporânea- talvez me faça bem...
Um abraço