domingo, novembro 22, 2009

O Rancho de Colares

VinhoColaresFINALRevista "Ilustração" Nº262 de 16 de Novembro de 1936
Photobucket
Revista "Ilustração" nº262 de 16 de Novembro de 1936

Legendas das últimas fotos da página da "Ilustração":
1-Os ranchos do Termo de Lisboa,Setubal e Colares bailando em frente do palácio do Município .As raparigas, ou ataviadas nas suas saias rodadas com barra vermelha, lenço azul desmaiado e botas de cordavão, ou com os seus lenços escarlates e chambre caído por fora da saia de riscas várias ao jeito saloio bailam alegremente com os rapagões de blusão de chita aos quadradinhos e barrete de borla.
2-A actriz Célia Mendes vestida à moda de Colares com a blusa florida, avental e botinas, conduzido à cabeça o cesto simbólico das vindimas que são o orgulho da nossa querida Terra. Esta festa faltava em Portugal que é o País do Vinho.

Rancho de Colares que na 1ª Festa da Vindimária (1936) foi galardoado com o prémio do "Cacho Dourado".

Photobucket
Desfile do Rancho de Colares na baixa de Lisboa, na Festa da Vindimária.
Foto publicada no Jornal de Sintra de 11 de Junho de 1937

Post relacionado- O Rancho Folclórico de Colares

5 comentários:

NS disse...

Caro Pedro,

Muito apreciei este post, dado que a minha avó paterna foi uma das "raparigas de Colares".

pedro macieira disse...

Nuno Saraiva,
Muito curioso que a sua avó tenha participado activamente nos eventos que em 1936/37 colocavam Colares na imprensa com muita frequência.
Um abraço

Anónimo disse...

Pedro,
Esta referência ao Rancho de Colares aparece dois dias depois de eu próprio ter encontrado no sítio da Torre do Tombo (dgarq.gov.pt)uma foto da entrega do prémio "Cacho Dourado", cerimónia que foi presidida pelo Presidente da República de então (ano de 1937), General Carmona.
Fique então com vontade de perguntar para quem saiba responder: onde pára o "Cacho Dourado"? Faz parte de algum espólio local?

JAIME CORVO / Colares

pedro macieira disse...

Jaime Corvo,
Quando em 2007 publiquei pela primeira vez um post sobre a "Festa da Vindimária" de 1936, e sobre o galardão atribuido a Colares, o "Cacho Dourado" (de que há fotos no Jornal de Sintra de 11 de Junho de 1937) agendei essa pesquisa. Como tratei agora de novo deste assunto, e com a pertinente pergunta de Jaime Corvo - é uma boa altura para retomar a pesquisa e questionar a Adega Regional.
Um abraço

NS disse...

Caro Pedro, cá contamos com a sua dedicação e disponibilidade para desvendar este "mistério" do passado.