quarta-feira, maio 12, 2010

Repercurssões do Comunicado- Árvores de Portugal/QUERCUS

As repercussões na comunicação social do comunicado conjunto das Árvores de Portugal /QUERCUS, divulgado ontem, sobre as "podas" camarárias efectuadas em Sintra - poderão agora fazer com que o Presidente da Câmara, Fernando Seara, tome a atitude que se espera - suspenda as mutilações das árvores que estão em curso em Sintra!

Jornal de Notícias de 12 de Maio de 2010

Photobucket
Texto integral da notícia-aqui

Jornal Público 12 de Maio de 2010

Photobucket
Jornal METRO 12 de Maio de 2010
Photobucket

6 comentários:

idalia disse...

olá Pedro
mesmo que o presidente tenha andado distraído agora tem de tomar uma atitude!
e vivam os movimentos cívicos
Idalia

Fatyly disse...

Só falta publicitar os enúmeros mails que mandei e na volta muitos outros mandaram:)


Como acabou o campeonato nacional da bola, só agora deve ter reparado que "ficou tão mal na fotografia" e pegue na pasta e trate do assunto!!!!

Quando o povo se junta obtem sempre resultados e vou continuar atenta!

pedro macieira disse...

A CMS, que se mantinha em silêncio, sobre este Arboricídio em Sintra, foi obrigado a responder a alguns jornalistas -embora com respostas sem qualquer sentido- sobre um assunto que fingia não ter nada a ver.

Infelizmente para as árvores amputadas, pouco há a fazer, mas vale a pena tentar salvar as que já estã marcadas para o mesmo fim.

Estas tomadas de posição públicas, poderão acordar alguns ambientalistas sintrenses que tem andado adormecidos...

Abraço

Anónimo disse...

Acreditam que alguma coisa vai mudar?
O auto-convencimento é tão grande que é impensável aceitarem opiniões contrárias, mesmo vindas de pessoas devidamente habilitadas para fundamentarem as suas afirmações.
sintrense

Anónimo disse...

Lágrimas de crocodilo...

Coitadinhas das árvores que agora não podem ver o próprio reflexo sem chorarem...

Não brinquem...

Que tal fazerem um movimento contra quem cozinha lagostas e as vende na praia das Maçãs? Essas sim sofrem horrores...e estão aí debaixo dos vossos narizes...

Já que não querem ouvir falar dos milhares de fetos humanos destruídos anualmente...

Eça

pedro macieira disse...

Eça,
Penso pela mensagem que deixou que é o anterior "anónimo".
Já percebi que as árvores para si tem um interesse nulo.E que é capaz de se manifestar contra a tortura das lagostas, que também deverá fazer parte de algum movimento anti-aborto!
Respeito a sua opinião, espero que respeite a minha.
Cumprimentos