sábado, janeiro 01, 2011

Primeiro de Janeiro

Photobucket

Entrados em 2011, um vídeo para criar ambiente...



AGENDA 2011, para pagar a crise, o BPN e BPP- mesmo (ainda) sem o FMI.
A iniciar hoje mesmo!

*Subida dos impostos,
*Redução salarial,
*Corte nos benefícios sociais,
*Pensões congeladas,
*Novas taxas para as contribuições para a Segurança Social,
*Serviços de saúde mais caros e menos meios na educação,
*Subida do IVA em dois pontos percentuais.
*Os funcionários públicos que ganham mais que 1500 euros mensais vão ter um corte no seu salário que vai dos 3,5 até aos 10 por cento
*Na área da saúde, os utentes do Serviço Nacional de Saúde vão passar, em vários casos, a ter de pagar mais pelos serviços que lhes são prestados
*Os sectores mais desfavorecidos da população verão os benefícios sociais que são concedidos a serem limitados, tanto no seu valor como na facilidade de acesso
*Alguns dos preços tabelados na área dos transportes ou da electricidade, a registarem, uma subida acentuada.

**Por agora....

5 comentários:

Fatyly disse...

e se for com o FMI, a inversão será mais acentuada por começarem pelos grandes cortes governamentais a todos os níveis, já que as suas mordomias têm sido uma vergonha.
Falo da roubalheira/corrupção e auto-promoções!!!!
mas...haverá uma crise política com um Presidente que nada pode fazer a não ser o "mestre das cerimónias" e olha, quero lá saber, aguardarei com resignação porque não posso fazer nada excepto apertar o cinto e REFILAR EM SEDE PRÓPRIA!

Bom Ano para ti e todos os teus

Anónimo disse...

Um Bom Ano para si e todas as "Maçãs".
(como se não bastasse tanta crise e tanto corte ainda temos os afamados abates ambientais...)
sintrense

C. Santos disse...

Este estilo de des-governantes tem que ter os dias contados. Não têm credibilidade, são corruptos, não têm qualquer imaginação, no que ao bem do povo diz respeito, só fazem asneiras, e quando se vêm apertados, "atacam" os mais desfavorecidos, e protegem-se uns aos outros com leis de ultima hora.
Estamos absolutamente domesticados, já ninguém esbraceja, dão uns rebuçados envenenados, (doses industriais de bola, e outros divertimentos) para calar os papalvos, que infelizmente são cada vez mais.
Quanto não custaram aos cofres públicos aqueles espectáculos de fim de ano por esse país fora?
Estamos em crise onde?
Tem que haver uma vassourada, mas quem é que vai para lá?
Este povo domesticado, vota sempre igual!...
A sorte deles é que não temos o sangue dos gregos, ou até dos espanhóis, porque se calhar cantava outro galo.

carol disse...

Para quê pensar nisto tudo logo no 1º dia do ano?
Temos tempo!
Para já, BOM ANO para todos nós/vós!

Cristina Marques disse...

O video pá está pá o máximo pá.
Vou sacá-lo pá e publicá-lo pá no meu blog, pá :)