domingo, maio 22, 2011

Ventos de Espanha

manifrossio7f

Desde sexta-feira à noite que um grupo de portugueses e espanhóis, convocados pelas redes sociais, estão reunidos no Rossio em Lisboa, solidarizando-se com o enorme movimento de protesto, que decorre em Espanha desde o dia 15 de Maio.

Protesto em que milhares de pessoas invadiram as praças das cidades para exigir uma mudança de sistema.


Mudança de sistema que também é uma reinvindicação, presente nesta concentração, comum tanto a portugueses como a espanhois, fartos das tradicionais alternâncias de poder sempre entre os mesmos partidos.

Este fim de tarde estivemos no Rossio, e porque a comunicação social tem silenciado este acontecimento, aqui ficam neste blogue algumas imagens do que se passa em Lisboa.

manifrossio3f
manifrossio2f
manifrossio10f
manifrossio4f
manifrossio8f
Fotos de Sábado às 20H00

5 comentários:

Daniela Colaço disse...

Ainda que os media desde sempre e constantemente omitam muita informação, cá está o poder da internet e dos seus usuários para fazer passar a mensagem. Obrigada, Pedro Macieira.

carol disse...

Eh pá! Desculpem lá, mas o que eu acho é que este pessoal está é sempre pronto para a brinacadeira, para a palhaçada...

pedro macieira disse...

Daniela,
Obrigado pela visita e comentário.
Um abraço

pedro macieira disse...

Carol,
A crise económica e social que a europa e especialmente Portugal enfrenta está a criar graves problemas, no presente e a tirar futuro às gerações mais novas.
Crise que segundo os "poderes" que nos "governam", só será ultrapassada com medidas que irão agravar os problemas que já temos.

Face a isso que fazer?

Ficar em casa deprimido, deixar que nos transformem em escravos - é ver as declarações dos donos deste Portugal:
Menos empregos, menos férias, mais impostos, mais liberalização das regras (ou melhor, sem regras) para despedimentos, deixar que a saúde seja privatizada, reformas mais tardias, menos salário e até agora menos feriados...etc,etc.

Só resta um protesto social forte, para que as coisas mudem de rumo e que a "nossa" europa repense o modelo que está a criar e pense nas pessoas que não está deixar que tenham futuro.

A democracia a "funcionar", possibilita, tanto em Portugal como em Espanha a alternância do poder sempre entre os mesmos dois partidos - ( que governam os dois paíse há mais de 30 anos)uma das razões destes protestos.
Se na Grécia, na Irlanda, em Portugal e agora também Espanha, ( e qualquer dia em Itália e na Bélgica),houver grandes movimentos de protesto nas ruas os poderes irão recuar inevitávelmente e criar modelos de gestão que não considerem os países, as pessoas como items, como fossem parcelas numéricas num mapa duma gestão empresarial.

A sociedade dos banqueiros que está neste momento a dominar o nosso dia a dia, tem de ser alterada e os seus testas de ferro, afastados.
São estes alguns dos motivos porque apoio estes movimentos, porque não acredito numa sociedade em que cada vez os ricos estão mais ricos e os pobres cada vez mais pobres.

Um recente estudo feito em portugal, prova que há 20 pessoas que têm mil cargos de administração" - Portugal - DN
www.dn.pt - dados dum relatório da CMVM que expõe que "há 20 administradores das maiores empresas portuguesas que têm mil cargos de administração", numa média de 50 empregos por cada um.

O Maio de 68, em França começou por um movimento de estudantes, a quem os operários e trabalhadores se juntaram - provocando as alterações profundas que nós sabemos.
Um abraço

Anónimo disse...

Apoiado.
sintrense