segunda-feira, setembro 09, 2013

Pêras de Sintra II

Após alguns apontamentos sobre vários tipos de pêras características da região de Colares, para finalizar o tema este ano, publicamos algumas informações sobre a Pêra Lambe-os-dedos e a Pêra Rocha.PerasSintra Pêra "lambe-os-dedos" "Era uma pêra pequenina do tamanho de uma Clementina, com casca afogueada de verde e castanho de uma doçura invulgar. Aguenta muito pouco tempo, tanto na árvore como depois de colhida, é um fruto que para os dias de hoje não tem as características exigidas. Esta pêra é de muito boa qualidade, e é um fruto que desapareceu dos mercados há muito tempo.

A pêra-rocha é uma variedade de pêra, originária de Sintra, Portugal. Presentemente, a sua produção, é uma Denominação de origem protegida e fica situada na região do Oeste, pelo que passou a ter o nome de pêra-rocha-do-oeste 1 . No Brasil ela é conhecida como pêra-portuguesa.
 



6 comentários:

Jose Maria Oliveira disse...

Esta descrição encaixa como uma luva nas 3 pereiras que há aqui no terreno onde tenho a horta. Quando tiver oportunidade hei-de publicar umas fotos.

Carlos José dos Santos disse...

Pedro você é um homem de causas, e defende-as como poucos.
Esta sua luta pela fruta autóctone, acho que já está a dar resultado (para não cair na redundância, e dizer que está a dar frutos). Já aparece aqui muita gente a falar nisso.
Colarenses, mucifalenses, e agricultores de aldeias vizinhas, voltem aos pomares, aos nossos pessegos rosa, e às nossas maçãs de cheiro único, que colocados na fruteira perfumavam a casa toda.

Fatyly disse...

gosto mais da lambe-os-dedos e já apanhei e comi as 5 pobres abandonadas que fui vigiando:):)

Temos fruta excelente e pena é que tantas quintas estejam em pleno abandono e as árvores a cumprirem o seu destino: darem frutos.

pedro macieira disse...

Obrigado pelos comentários.A tentativa de encontrar em Colares as famosas pêras Lambe-os-dedos, só foi possível com a ajuda de pessoas que sabiam muito mais do que eu sobre o que estava a tentar encontrar.Felizmente toda esta situação permitiu que este ano a velha pereira (mais de 100 anos)tivesse um tratamento VIP e produziu 52 pêras.Espero um prometido enxerto para que esta espécie não desapareça totalmente desta região.
Abraço

Brigida Rocha disse...

Boa noite...

A minha mãe é mt apreciadora dessa pêra e a verdade é que não se encontra por aqui...como é que eu a poderia arranjar?? A minha mae tem um pequeno pomar e gostava de ter uma pereira dessas.

Obrigada

pedro macieira disse...

Brígida Rocha,
Boa noite, a pêra lambe-os-dedos era antigamente muito apreciada por estes lados -Colares.De facto, actualmente é muito difícil encontrar pêras desta espécie, porque as exigências comerciais quase a extinguiram. Só conheço uma velha pereira (com mais de 100 anos,que tenho acompanhado nos últimos anos) que ainda todos os anos me permite fotografar as sua Pêras. Sei que ainda há mais algumas pereiras na região mas ainda não as localizei.Tentei um enxerto o ano passado mas não correu bem.
Portanto a situação que me pede não me permite actualmente uma resposta satisfatória -mas pretendo este ano localizar outra pereira, e espero dar notícias na altura do "estado da arte".
Cumprimentos