terça-feira, janeiro 13, 2015

O ambiente os SMAS e os óleos domésticos

OleoColares12012015blog.jpg
Fotos em Colares 12 de Janeiro 2015
OleoColares212012015blog.jpg


Os SMAS em Novembro de 2014, decidiram retirar todos os oleões colocados na via pública - a "explicação" da situação (via blog Tudo Sobre Sintra):


"Segundo Guadalupe Gonçalves, a decisão foi tomada após vários derrames na via pública cuja limpeza não era assegurada pela empresa responsável “Tivemos que ser nós a limpar e isto estava a sobrecarregar os nossos serviços com uma responsabilidade que devia ser de outra entidade, até porque ganham dinheiro com a recolha dos óleos”. Neste cenário, os SMAS optaram por retirar todos os oleões colocados na via pública, mantendo-se apenas disponíveis os que estão dentro de escolas e recintos comerciais, locais a que os munícipes devem recorrer nos próximos meses. “Penso que no primeiro semestre haverá uma decisão, porque vamos lançar um concurso, e a empresa que ganhar colocará uma nova rede de óleões devidamente acompanhada e com multas em caso de incumprimento”, explica esta responsável "

2 comentários:

Carlos José dos Santos disse...

O que está escrito no fim do blogue, por ausência de comentários:
- Sem comentários!
Neste caso assenta que nem uma luva, estive para não dizer nada, porque nada que escrevesse ficava melhor do que o que lá estava.
SEM COMENTÁRIOS!...
É o jogo do empurra, ninguém quer ter chatíces, embora reconheça que quem fica com o óleo, o recupera, e disso tira partido devia/deve ter a obrigatoriedade e as despesas inerentes a toda a problemática.

pedro macieira disse...

Caínhas,
Obrigado pelo comentário.Que estranha decisão camarária...um intervalo de 6 meses para tomar uma decisão alternativa para a recolha de óleos - e até lá???
Abraço