segunda-feira, março 30, 2015

Notas sobre o Vinho de Colares

ApesagemdasUvasnaAdegaRegionaldeColaresSData.jpg

“O genuíno Vinho de Colares é um vinho de mesa de previlegiada compleição, produzido com as uvas da casta Ramisco, cultivado exclusivamente nos terrenos de areia solta de origem terciária situados na região de Colares de cujo antigo concelho adoptou o nome.”
In "O Vinho de Colares" –1938

OsViticultores eseus familiaresnaVindioma.jpg

A Carta de lei, de 18 de Setembro de 1908, determinou que "os vinhos produzidos na freguesia colareja e nos terrenos areentos das freguesias de São Martinho e de São João das Lampas fossem tidos como vinho do tipo regional de Colares".

*Fotos do Arquivo Municipal de Sintra, não datadas.

1 comentário:

Carlos José dos Santos disse...

Não sei nada de termos técnicos, nem ando lá perto de entender de vinhos, eu até nem bebo! Mas a minha filha, tem na sua atual vida profissional contacto com a Adega Regional de Colares, e levou o nosso vinho a uma feira no estrangeiro, é sempre um sucesso, e os estrangeiros não se cansam de gabar os seus méritos. Alguns sabem tanto sobre o vinho de Colares, como os nossos melhor identificados sabedores desse ofício. Uma pena estar a perder-se esta riqueza, porque fazê-lo como deve de ser dá muito trabalho, hoje quer-se tudo que seja feito com poucos custos e depressa.