quarta-feira, março 04, 2015

Notas soltas

Ao fim do diaProdutorFranciscoosta.jpg
Foto: Ao fim do dia
Sintra Agrícola (notas soltas)
"Graças ao seu clima e à natureza do solo é a bacia do segmento médio da ribeira de Galamares (ou rio das Maçãs) a zona mais rica do concelho em árvores frutíferas.
(...)
Fora da bacia  do Rio de Colares, ou das Maçãs, as árvores frutíferas aparecem apenas em certas propriedades particulares, formando pequeníssimas manchas, e por isso, de reduzida importância económica, como sejam algumas granjas de Belas, Colónia Penal Agrícola, Quinta D.Dinis, Costa do Pó, extinta Escola Agrícola de Queluz, etc.
(...)
A horticultura, é claro muito mais disseminada , mas podemos dizer que apenas se destina ao consumo local, não exportando para Lisboa, como acontece nos vizinhos  concelhos de Loures e Oeiras, não só devido à maior distância da capital como especialmente à impossibilidade de grande alargamento da área das plantas hortícolas, pois o solo é, como vimos ingrato na grnde maioria."


Sintra e seu termo/José de Oliveira Boléo/1940


Créditos
*Sobre a foto:Produtor Francisco Costa/Arquivo Municipal de Sintra

1 comentário:

Carlos José dos Santos disse...

O burro e o camponês denotam a miséria daqueles tempos.