quarta-feira, agosto 23, 2017

Sobre Casal da Roçada e Quinta do Boialvo

Stephen Brody * lançou-me em 2008, o desafio de encontrar duas casas de Sintra que ele tinha pintado há alguns anos e que estariam em risco de desaparecerem. Recorrendo a quem sabe mais de Sintra do que eu (Emilia Reis),consegui fazer algumas fotos. Entretanto a participação de leitores no post, enriqueceram a informação que tinha obtido na altura - razão para esta nova publicação actualizada. Casal da Roçada, aguarela de Stephen Brody
Foto actual(2008)
 O local é o Lourel em Sintra, as aguarelas pertencem ao Casal da Roçada, ou "Roussadas" como denomina José Alfredo Azevedo em”Bairros de Sintra” e que na altura pertencia ao Dr.Vicente Monteiro, e a Quinta do Boyalvo. A edificação apalaçada da primeira, está em bom estado de conservação, já a segunda, consequência de um incêndio, o imóvel encontra-se parcialmente destruído.

Casal da Roçada, aguarela de Stephen Brody


Foto actual (2008)

Quinta do Boyalvo, aguarela de Stephen Brody


Foto actual (2008)

"A casa do Casal da Roçada foi mandada construir no início do séc.XX pelo Dr. Vicente Monteiro, que foi um ilustre advogado e o primeiro bastonário da Ordem dos Advogados. Foi construida por etapas, com adição sucessiva de vários corpos, o que lhe confere um caracter "orgânico".
Manteve-se na descendência do Dr. Vicente Monteiro até meados dos anos 80 tendo sido então adquirida pelo actual proprietário, Eng. Adriano Lucas, que procedeu a obras de reabilitação."
De um leitor do blog
Foto actual(2008)

"O Casal da Roçada tinha uma Capela ou Oratório público com o Santíssimo Sacramento em sacrário, conforme licença dada pelo Cardeal Patriarca em 2 de Agosto de 1915.


"A Quinta ou Casal de Boialvo tinha uma Capela ou Ermida, cujo campanário ainda se vislumbra nas fotografias, dedicada à Santíssima Trindade,tem a curiosidade de ter sido uma das últimas ermidas públicas do Patriarcado de Lisboa a ser benzida antes do Terramoto de 1 de Novembro de 1755, visto que foi fundada por Aires da Cruz, assistente em Lisboa, que ali mandara fazer um Oratório, «mas atendendo à utilidade de ter naquele distrito uma ermida com porta pública», de que teve licença de erecção em 12 de Agosto de 1755 e sua licença de culto por Provisão de 3 de Setembro de 1755.

Foi restaurada pelo Sr. Manuel Rodrigues Ferreira, dono desta Capela e Casal, sendo benzida em 22 de Junho de 1878 pelo pároco de Santa Maria e São Miguel de Sintra, Pe. José dos Santos Ala, com a celebração de missa pela alma do Sr. Estanislau José Rodrigues Ferreira, falecido fazia neste dia meio ano, irmão do dito proprietário."
Rui Manuel Mesquita Mendes

*Stephen Brody, autor de diversas aguarelas que o “Rio das Maçãs” tem publicado ilustrando recantos Sintrenses 

As aguarelas que o “Rio das Maçãs” tem publicado ilustrando recantos Sintrenses

Créditos
Stephen Brody
Emilia Reis
Rui Manuel Mesquita Mendes
Leitor não identificado

Post anterior(2008):
http://riodasmacas.blogspot.pt/2008/04/aguarelas-de-sintra-de-stephen-brody.html

1 comentário:

Graça Sampaio disse...

Adoro estas reminiscências e estes estudos sobre as atualizações das casas!

Bem haja!