sexta-feira, outubro 31, 2008

A Garça-Real do Parque da Pena

Em Novembro do ano passado numa visita ao Parque da Pena, tive oportunidade de fotografar uma Garça-Real no Vale dos Lagos do Parque.

Na Wikipédia é referido que tem hábitos solitários, fora do período de nidificação. Pode ser encontrada normalmente em extensões de água doce com pouca profundidade e também em costas marítimas. Muitas vezes partilha o habitat das cegonhas. Mantém-se imóvel à espera da sua presa que captura com o bico, fazendo um rápido movimento com a cabeça.

Migra curtas distâncias, normalmente não mais do que 500 km, e muitos espécimes permanecem sedentários.

Reproduz-se de Fevereiro a Julho. Nidifica normalmente em colónias, em cima de árvores, perto da água. O seu ninho é chato, em forma de plataforma, semelhante ao das cegonhas. A fêmea põe de 3 a 6 ovos muito claros. Os ovos são cobertos alternadamente pelos dois progenitores durante 25 a 28 dias. Os jovens começam a voar ao fim de 50 dias e abandonam o território dos pais ao fim de 8 a 9 semanas.

Sem comentários: