terça-feira, junho 23, 2009

Moradores de Fontanelas e Gouveia reconstroem escadaria de acesso à Praia da Aguda

“O acesso à praia da Aguda está suspenso, mas a escadaria de madeira foi reconstruída por pessoas que vivem nas redondezas. Pedem a reabertura da praia, já utilizada por banhistas e pescadores apesar do perigo existente na arriba. Os moradores de Fontanelas e Gouveia, em Sintra, fartaram-se de esperar por uma intervenção oficial e decidiram consertar a escadaria de acesso à praia da Aguda, interditada há um ano. "Isto só acontece em Sintra, porque vamos aqui ao lado a Mafra e as praias estão cuidadas. Por isso aproveitámos o facto de ter dado à costa uma série de troncos e reconstruímos a escadaria", explica um morador e ex-dirigente associativo que pediu o anonimato.(...)”

Excerto de uma notícia do "Diário de Notícias" em 5 de Junho de 2009, de Luís Galrão



Fotos da Praia da Aguda em 21/06/2009

10 comentários:

Anónimo disse...

Esclareçam-me os organizadores de tal arranjo de escada: se eu me deslocar com os meus filhos nessa escada e sofrer uma derrocada ou algo do género, a quem vou pedir responsabilidades?

Anónimo disse...

Esclareçam-me os organizadores de tal arranjo de escada: se eu me deslocar com os meus filhos nessa escada e sofrer uma derrocada ou algo do género, a quem vou pedir responsabilidades?

Anónimo disse...

Esclareçam-me os organizadores de tal arranjo de escada: se eu me deslocar com os meus filhos nessa escada e sofrer uma derrocada ou algo do género, a quem vou pedir responsabilidades?

greentea disse...

e antes ? quem pagava se caissemos de lá abaixo ?

sempre desci aquela escada e apesar de ingreme e de os anos pesarem é uma maravilha ir lá abaixo ...!!
A Praia do Tancheso precisava tb da esda arranjada - creio q continua interditada , só indo a pé por S. Julião, o que é uma pena .

Anónimo disse...

é muito bonita, sim. mas perder a vida ou ficar inválido ja não tem tanta piada. Os cartazes de proibição continuam, portanto a culpa se acontecer alguma coisa é de quem refez a escada.

pedro macieira disse...

A Praia da Aguda, nunca foi uma Praia vigiada, e sempre os seus utilizadores assumiram os riscos dessa situação - as pessoas especialmente com crianças que tenham receio desses riscos deverão utilizar as outras praias que tem banheiros, salva-vidas e até a bandeira azul, que garantem a segurança que as praias como a Aguda ou Ursa não garantem.

Portanto a responsabilidade de qualquer acidente em zonas do litoral sintrense que não são própriamente locais de uso público, tem que ser assumido pelos próprios.

O problema é que as falésias de lugares públicos ex. miradouro das Azenhas do mar que até tinha uma esplanada, está à espera de uma intervenção do PNSC,há dois anos por perigo de derrocada...
e não basta colocar cartazes avisar dos perigos de desmoronamento, mas fazer intervenções de forma a consolidar os locais em perigo de desmoronamento. Os perigos da Praia da Aguda não serão superiores aos da Praia contígua do Magoito- a diferença é que não tem vigilância.

O exemplo dos moradores de Fontanelas e de Gouveia, bons conhecedores desta Praia, fizeram uma intervenção que cabia ao PNSC, de forma a preservar o acesso a um local importante para os pescadores daqueles locais, e que só o desleixo/indiferença que o PNSC , tem por esta zona se explica
a falta de intervenção na preservação das falésias seja da Aguda, Praia Pequena ou Azenhas do Mar.
Abraços

Carlos disse...

Responsável? O INCB, que anda há anos para tratar das arribas. Ou a ARH, a nova entidade com jurisdição sobre o litoral. Ou a Capitania, que não tem lá nada a dizer "interdito". Há placas de perigo e um cartaz a dizer "praia de uso suspenso". Será uma mensagem clara?

Carlos disse...

Queria dizer ICNB (Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade), responsável pelo Parque Natural Sintra-Cascais (PNSC)...

pedro macieira disse...

Carlos,
Sei que as questões do litoral,tem competências diversas, o que cria uma inactividade total na procura de soluções.O que não se entende é que as entidades que directamente deveriam estar interessadas no encontro dessas soluções, fiquem a assobiar para o ar...sem fazer nada - e aqui não consigo destinguir nenhuma delas.
É que daqui a uns anos todo o litoral sintrense será um mar de cartazes , e as arribas estarão em estado que não permitirão qualquer intervenção, nem permitirão o acesso à beira-mar que hoje temos.

O exemplo das populações de Gouveia e Fontanelas, em relação à Aguda merece da minha parte ser sublinhado
Cumprimentos

puto zemy disse...

os cartazes tao la so desce quem quer e se responsabilize por si mesmo caso contrario escolha outra praia!frquento essa praia a 17 anos nunca ouvi falar de nenhum incidente involuntario!