quarta-feira, junho 17, 2009

Praia da Ursa






Poucos se arriscam a descer à praia mais ocidental da Europa – a Praia da Ursa – devido aos escorregadios trilhos que lhe servem de acesso. Mas quem já visitou esta praia, vizinha do Cabo da Roca, não esquece a imponente e arrebatadora beleza selvagem que enquadra o pequeno (por vezes inexistente) areal.

Duas gigantescas pedras destacam-se no seu lado Norte fazendo-nos lembrar, a primeira, uma ursa em pose altiva. Uma lenda conta que há muitos milhares de anos, quando a terra estava coberta de gelo, aqui vivia uma ursa e seus filhotes. Quando o degelo começou, os Deuses avisaram todos os animais para abandonarem a beira-mar, mas a ursa, teimosa, recusou-se pois ali tinha nascido e ali queria ficar. Os Deuses enfurecidos transformaram a ursa em pedra e os seus filhotes em pequenos calhaus dispersos à volta da mãe e ali ficaram para sempre dando assim o nome à praia.


Um passeio de Inverno a não perder!

Texto da Agenda Cultural do Gabinete de Imprensa da CMS

2 comentários:

zm disse...

Olá Pedro,
Sabes que o nome da praia não tem nada a ver com os calhaus que lá existem hoje? Havia lá uma pedra perto do desfiladeiro onde desagua o ribeiro (em cascata) que parecia realmente um urso em pé, encostado aos rochedos. Já vi imagens desse calhau, mas não me lembro onde. Eu nunca cheguei a ver ao vivo essa pedra que terá derrocado entretanto.
Quem talvez tenha essas imagens é o Pedro Cabral dos "bonecos de bolso". Ele uma vez falou disso.
Adoro a praia da ursa. Nos anos 80 acampei lá várias vezes. Nessa altura, numa semana inteira acampado na ursa, não se viam mais que 5 ou 6 pessoas, incluindo pescadores. Era verdadeiramente selvagem.
Um abraço.
ZM

pedro macieira disse...

ZM,
Não conhecia essa versão do nome da Praia, e já contactei o Pedro Cabral para mais informações.
Aquele local é único,e já lá não ia há bastante tempo, o ano passado cheguei perto indo pela Adraga mas não desci.
Espero em breve volta à Ursa para fazer umas fotos do areal.
Um abraço