segunda-feira, julho 04, 2011

O Dassault Falcon 50 da Força Aérea Portuguesa

Photobucket

Aproveitando o facto deste fim de semana se ter comemorado o 59º Aniversário da FAP, para visitarmos na BA1 (Granja do Marquês/Sintra), o Falcon 50 da FAP.

O Dassault Falcon 50 da FAP, pertencente à esquadra 504 “Linces”. Esta esquadra tem por missão principal o transporte de altas individualidades, e também colabora no transporte especial de natureza médica.

Photobucket

Photobucket

No Blogue “Defesa Nacional” um texto sobre as missões atribuídas aos Falcon da FAP, dá uma imagem do dia a dia de uma das tripulações destas aeronaves:

“Têm um grau de prontidão de uma hora e sabem que, no que toca a salvar vidas humanas, todos os minutos contam. No aeroporto de Figo Maduro, Lisboa, preparam o Falcon 50 da Força Aérea, rectificam todos os mecanismos e olham atentos para os mapas de voo e da meteorologia.

Às 17 horas do passado dia 24 de Dezembro, Telmo Oliveira, 31 anos, e Bruno Torcato, 33, estão sentados no "cokpit", e são eles que vão assegurar o transporte das cinco pessoas que compõem a equipa de colheita de órgãos. As viagens que podem ser até ao Funchal (Madeira), como até Faro (Algarve), Porto, ou uma cidade europeia, são sempre "únicas e diferentes".

Pilotos de transporte aéreo especial, admitem ser "normal" ter como tripulantes uma equipa de colheita de órgãos. "Ultimamente, tem acontecido com mais frequência... uma ou duas vezes por mês". Telmo, o comandante do voo, revela que por cada viagem que faz sente que está "a fazer parte de um processo que vai salvar alguém", e assegura que este tipo de voos "é bem diferente" daqueles cuja missão é resgatar pessoas, ou transportar alguns dos políticos portugueses.(...)”

Photobucket
Em 2010, a Força Aérea foi responsável por 21 missões de transporte de órgãos no continente e nas ilhas.

Sem comentários: