quarta-feira, julho 20, 2011

Três cavalos belgas na Serra de Sintra

ParquedaPena19072011c

ParquedaPena19072011e

ParquedaPena19072011d
Ontem tivemos oportunidade de fazer uma visita, no ambiente de trabalho, aos três mais recentes habitantes do Parque da Pena - acompanhados pelo Engº Nuno Oliveira, que gere o projecto de reintrodução de cavalos de tiro nos trabalhos florestais.
O Kali, o Valseur e o Medhi são três excelentes cavalos da raça Ardennais que chegaram ao Parque da Pena, a 21 de Abril último.

ParquedaPena1907211b

ParquedaPena1907211f

ParquedaPena19072011
A Parques de Sintra Monte da Lua (PSML) iniciou, em 2010, um projecto para a recuperação de métodos tradicionais de trabalho na exploração e manutenção florestal, nomeadamente a utilização de cavalos.
Os cavalos de raça Ardennais são comandados essencialmente através de ordens vocais e sem grande auxílio das rédeas. Respondem a mais de 10 tipos diferentes de ordens vocais e respondem sempre pelo seu nome.

Segundo a revista online “Voz do Campo” as grandes vantagens da utilização do cavalo nas áreas sobre gestão neste projecto piloto da PMSL, são:
· Conservação do solo
· Acesso a zonas acidentadas
· Preservação da regeneração natural e das árvores existentes
· Diversificação dos métodos de trabalho
· Salvaguarda dos usos e do saber tradicionais
· Ausência de poluição sonora e atmosférica
· Elevado impacto no público
· Independência de energias fósseis
· Melhoria do rendimento de trabalho
· Complementaridade entre as máquinas e os animais

3 comentários:

viajante disse...

O regresso à Natureza, ao que é genuíno. E se é possivel que os cavalos façam melhor o trabalho (ao invés das máquinas barulhentas e poluidoras), venham mais.
...
E se na Alfredo da Costa, em vez dos bólides "a oitenta-a-hora" descessem cavalos, que bom sería...

pedro macieira disse...

Viajante,
Fiquei muito bem impressionado ao assistir ao tipo de trabalho que os Ardennais são capazes de fazer , memo em zona de acessso dificil.
São uns habitantes do Parque muito úteis e simpáticos.
Em breve serão atrelados a uma charrete de 12 lugares, que permitirá visitar o Parque da Pena de forma mais confortável
Um abraço

Anónimo disse...

Lindos! E, que boas notícias!
sintrense