sábado, julho 28, 2012

Porque hoje é Sábado...

BlogueFranciscoLazaro1912 BlogueFranciscolazaro21912  Há exactamente 100 anos, nos  Jogos Olímpicos de Estolcolmo, em 15 de Julho de 1912, uma tragédia abateu-se  sobre a primeira equipa olímpica portuguesa. Francisco Lázaro maratonista e porta bandeira  de Portugal no desfile inaugural dos jogos, falecia de morte súbita em plena maratona. A prova começou às 13:48 debaixo de um forte calor (cerca de 30 graus à sombra) e um Stockholms Stadion com lotação esgotada (22 000 espectadores). A sua morte causou grande consternação  em Portugal e em todos que seguiam a competição.

O jornal "Os Sports Ilustrados" nº110 (foto) de 20 de Julho de 1912, expressava bem o sentimento sentido nesse momento sobre o trágico falecimento do maratonista Francisco Lázaro:

"Francisco Lázaro morreu. O moço modesto, o nosso compatriota valoroso cuja mão calosa muitas vezes apertámos com orgulho de o contarmos entre os nossos primeiros campeões, acaba de baquear em Stockolmo, precisamente quando da sua coragem da sua destemida vontade de vencer, havia de resultar certamente mais um grande título de gloria para a nossa Pátria. Morreu como um heroi?morreu como um mártir? não Francisco Lázaro morreu como só podem fazê-lo os grandes homens da terra. Morreu com o nome do seu Portugal a extinguir-se-lhe nos lábios(...)"

*Vídeo da maratona dos Jogos Olímpicos de 1912 -ver aqui

2 comentários:

El Gato disse...

O relatório médico em inglês e muito outro material sobre a morte de Francisco Lázaro podem ser vistos no novo Museu Nacional do Desporto, no Palácio Foz, nos Restauradores. Por enquanto não se paga a entrada :-)

pedro macieira disse...

El Gato,
Obrigado pela informação.
Cumprimentos