sexta-feira, novembro 30, 2012

Paço de Cintra


   "Estes Paços, notados pela suas chaminés de uma forma cónica muito original, possuem, algumas janellas de uma grande belleza, no mais puro estylo arabe, representando troncos enlaçados de arvores despidas de folhas e não tem, como outros castellos do tempo, fosso, setteiras ou torreões. Pelo contrário, conserva o seu ar antigo de vida pacifica patriarchal, e vê-se que  out´rora as portas das suas salas se abriam para dar entrada a uma população religiosa e animada que ali  vinha follgar com os seus reis e assistir á representação d´aquelles ingenuos autos biblicos em que os proprios principes tomavam parte. Então o seu largo atrio enchia-se de povos visinhos, que em tropel ali acudiam a assistir aos bodos, aos galhardos torneios, ás cavalhadas famosas. Entre outras coisas notaveis que lá se encontram, destaca um fogão antigo com admiraveis baixos relevos, obra do grande Miguel Angelo, e que para ali foi levado das ruínas dos paços de Almeirim."
Domingos Guimarães
Publicado na revista "Branco e Preto"  nº33,de 15 de Novembro de 1896

m197501114605  Chusseau-Flaviens, Ch.
French (active 1890s-1910s)
TITLE ON OBJECT: Cintra Vue generale du palais
ca. 1900-1919
negative, gelatin on nitrocellulose sheet film
11 x 15 cm.
Gift of Kodak Pathe

2 comentários:

Jose Maria Oliveira disse...

Podiam aproveitar esta imagem para reporem o "pombal" sobre o café Paris.

pedro macieira disse...

Zé Maria,
Houve uma opção, quando da publicação desta magnifica foto do palácio, de não mencionar o aspecto do telhado destruído do Café Paris.

O que já referimos em 2 posts no blogue, em outro momento.
A foto vai permitir voltar ao assunto(galinheiro do Café Paris).
em próximo post.
Abraço