sábado, novembro 09, 2013

Porque hoje é Sábado...

PalaciodaPenaPB ;  
Oh Sintra, cujas fontes rezam
A oração perpétua das distâncias
Em vozes que já são
Ecos perdidos de outras ressonâncias,
Onde os montes, cismando pela altura
Soluçam num rumor, de quando em quando,
Elegias amargas da lonjura.
O teu perfil de altiva flor bravia
É sonho a erguer-se do torpor da terra,
Sortilégio de verde sinfonia
Que as almas prende no Divino abraço
Do encanto passional dos horizontes
Na silenciosa paz do teu regaço.''

Oliva Guerra/
No Parque da Liberdade em Sintra

2 comentários:

Fatyly disse...

Tu foste para a Liberdade e eu fui para o da Pena:)

"PARQUE DA PENA RAMO SENHORIL
NO REGAÇO GRANÍTICO DA SERRA
EM TEU CONDÃO DE LÍRICA BELEZA
FICASTE NESTE MUNDO DE TRISTEZA
COMO UM SONHO DE AMOR PRIMAVERIL
- VERDE ESTROFE DE UM CANTO PANTEÍSTA
PARAÍSO QUE A ALMA NOS CONQUISTA
E QUE POR DOM DE DEUS DESCEU À TERRA!...

OLIVA GUERRA (1957)

Beijos e bom sábado

pedro macieira disse...

Fatyly,
Muito obrigado por complementar o post sobre a Arte Poética de Oliva Guerra.Bom dia de S.Martinho!
Abraço