sexta-feira, março 24, 2017

Crime ambiental no PNSC

Milhares de pinheiros na zona da Lagoa Azul, no Parque Natural de Sintra-Cascais, estão a ser marcados para abate pelo Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF) numa extensão de cerca de cinco quilómetros

Hoje fizemos uma visita ao Parque Natural Sintra Cascais

E se uma imagem vale mais que 1000 palavras...
Foto em 24 /03/2017

Fotos em 24 /03/2017
                               
Foto em 24 /03/2017

Foto em 24 /03/2017

Nem só os Pinheiros estão marcados para abate

Fotos em 24 /03/2017

1 comentário:

Carlos Portugal disse...

Caro Amigo:
Estou chocado, pois continuam a destruir a floresta, em nome de imbecilidades pseudo-ecológicas... Vi as circunferências, que estão por quase toda a vertente Sul da Serra, e creio que esta barbaridade se destina à visão da estrada por satélites militares, que não funcionam com cobertura de árvores (basta ver no satélite do Google Earth as áreas já devastadas). É a sempreterna mania da "segurança", a ocultar medos de revoltas populacionais. Também há o negócio do roubo das madeiras, que anda em força na Serra...
Em primeiro lugar, eu sugeriria meter-se uma Providência Cautelar no Tribunal Administrativo competente, para travar esta ordem (a existir!) iníqua.
Em segundo lugar, uma intervenção mais directa: arranjar sprays de tinta castanha mate, o tom o mais possível semelhante ao das cascas das árvores, e pintar as circunferências da cor dos troncos... Não impedirá grande coisa, mas servirá para os baralhar e irritar. E atrasar...
Com sua licença, vou espalhar nas redes sociais...
Abraço,
Carlos Portugal