quarta-feira, março 08, 2017

Trolley–Boys de Sintra (Reedição)

Trolley-boysEpoca

Reportagem do jornal "Época", de 1972


Pag1
Pag2

Os "Trolley-Boys" da reportagem
FotoTrolly-boy

Esta reportagem do jornal “Época” do ano de 1972, além de ser um retrato da realidade social daquela época, dá a conhecer uma actividade da companhia “Sintra Atlântico” que permitia aos adolescentes um trabalho remunerado durante as férias grandes de Verão, "forma de obter dinheiro para o custeamento dos livros, das matrículas e outras necessidades pessoais, tais como vestir e calçar."

Os adolescentes mencionados na reportagem, que são identificados pelo nome e nível de escolaridade teriam cerca de 14 anos na altura – seria interessante saber o que é feito deles actualmente. Iremos fazer uma tentativa de os encontrar e falar com eles.

-Jaime Augusto Canudo Melo, nasceu em Colares,14 anos, andava no 3º ano da Escola Industrial e Comercial de Sintra (Cacém).

-Fernando Manuel Conceição Andrade, 14 anos,vivia na Ribeira de Sintra, vedeta da classe de iniciados do Hóquei Clube de Sintra,6ª Classe.

-Luís Filipe Dinis Colares Pantana ,estudante do Liceu Nacional de Sintra.

-Diamantino da Silva Rosa, 16 anos, tinha terminado a 6ªClasse.

-Manuel Ribeiro Dias,14 anos,6ªclasse e tinha passado para o 3ºano.

-António de Jesus Melo,15 anos, 4ªClasse.


Créditos:
Os meus agradecimentos ao "Caminheiro de Sintra" autor do blogue "O Secreto Palácio de Sintra", que me enviou este precioso testemunho de época, e possibilitou a sua publicação hoje no "Rio das Maçãs"




3 comentários:

Anónimo disse...

Pedro,
Os jovens que então faziam este trabalho de verão estarão agora na casa dos 50 (os mais novos), alguns já passaram os 70 (aqui em Colares mora um deles, que talvez tenha outras referências).
Sobre os nomes apontados poderei adiantar alguma coisa.
Jaime Melo - Era filho de um empregado da Sintra Atlântico, mora nas Casas Novas, Colares e é electricista;
Luis Filipe Colares Pantana - É do Vinagre, Colares, onde ainda moram seus idosos pais e um irmão;
Diamantino Silva Rosa - Tive um colega no Banco Pinto & Sotto Mayor com este nome, residia no Algueirão e faleceu há uns 15 anos; se fosse vivo andaria pelos 70 anos. Será o mesmo?
É o contributo possível. Um abraço
JAIME CORVO

pedro macieira disse...

Caro Jaime Corvo, Muito obrigado pelas uteis informacoes. Irei desta vez tentar localizar os antigos Trolley.Boys.Abraco.

pedro macieira disse...

Comentario em 2011, quando da publicacao pela primeira vez.
Marisa Correia de Melo disse...
O trolley-boy Jaime Augusto Canudo Melo tem hoje em dia 53 anos e é meu pai, como o mundo é pequeno, nem eu própria sabia disto e ele ficou muito contente por reler e lembrar os amigos dessa altura :)