quarta-feira, outubro 14, 2009

Feira das Mercês II

A Feira das Mercês e o "Muro  do Derrête"

Photobucket

Hoje damos um salto no tempo, de 29 anos e regressamos à Feira da Mercês em 1933...com um interessante texto e foto, publicado na revista "Ilustração" nº7 de 1 de Abril de 1933 da autoria de Lima Pereira.

"A nota mais tipica daquela feira é o celebre «Muro do Derrête».
Proximo da capelinha, há um muro baixo, junto do qual se vêem, uns sentados outro de pé, os saloios e as saloias que se namoram «derretendo-se» à vista de toda a gente...
É deveras interessante ver aqueles idílios amorosos, aquele arrulhar de pombinhos inocentes...saloiamente falando.
Eles e elas , envergando os seus fatos domingueiros, mostram-nos  os mais curiosos tipos da região saloia.
(...)
É vê-los todos «derretidos» no «Muro derrête» sorrindo-se e apertando-se as mãos...
E os saloios  olham de soslaio, desconfiados   de que lhes cobissem os «derriços»...
E ai daquele que se «astreva» a dizer uma graça a uma cachopa, porque o menos que lhe pode acontecer é «derreterem-lhe» as costelas com um cajado...
O «Muro do derrête» da Feira das Mercês, é a verdadeira ala dos namorados...saloios."

Sem comentários: