sábado, abril 23, 2011

Porque hoje é Sábado... (Actualizado)

Faz o que eu digo, não faças o que eu faço!

CIP

O presidente da CIP, António Saraiva é um crítico feroz da tolerância da última tarde de Quinta-feira, concedida pelo governo.

Igualmente o líder do PSD,Pedro Passos Coelho, afirmou “Na prática o que o governo disse foi:’Façam mais um dia de feriado, porque o país é suficientemente rico para poder ter mais um dia de descanso”, “É um mau sinal, é um sinal negativo, que tenho pena que tenha ocorrido”.

O patrão dos patrões portugueses, classificou de “laxismo” a medida. –“Enquanto uns trabalham, temos este laxismo. Ou quando há bom tempo, vamos para a praia, no mesmo dia em que chegam os elementos da troika”. E voltando ao ataque na última quinta-feira , afirmou; “este país não está para este tipo de luxos”,”os portugueses tem 25 dias de férias úteis,para além das pontes”.

Mas apesar destas ferozes críticas à medida governamental, o Presidente da CIP, António Saraiva deu na quinta-feira, tolerância de ponto durante todo o dia aos seus funcionários!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Fonte: Jornal "Público" de 22/04/2011


E também na Madeira de João Jardim:

Os funcionários públicos da Madeira tiveram hoje a segunda tolerância de ponto para a quadra pascal. Quem esteve hoje a trabalhar, poderá tirar um dia de folga noutra altura.
"Atendendo ao significado da Semana Santa na tradição católica do povo madeirense e sendo a sexta-feira santa feriado nacional, foi resolvido estabelecer tolerância de ponto na quinta-feira santa e no sábado de Aleluia, nos serviços públicos, institutos públicos e empresas públicas sob a tutela do Governo regional", deliberou o executivo madeirense em reunião presidida por Alberto João Jardim que passou a toda esta semana no Porto Santo, ilha muito procurada pelos madeirenses também nas férias de Páscoa.

Também no Carnaval, o Governo regional prolongou a tolerância de ponto da terça-feira de Entrudo até à manhã do dia seguinte em todos os serviços, instituições e empresas públicas sob a sua tutela, “sem prejuízo de serem assegurados todos os serviços e actividades imprescindíveis ou indispensáveis”.
Jornal "Público" online

http://www.publico.pt/Pol%C3%ADtica/funcionarios-publicos-na-madeira-com-dois-dias-de-tolerancia-de-ponto_1491059


3 comentários:

Carlos José Santos disse...

Estas figuras, algumas não todas, até são accionistas (não passo cartão ao novo acordo ortográfico)de orgãos da comunicação social, que têm por missão aparar-lhes, todas as baboseiras, que deitam pela boca fora. O pior é que dão muito ênfase a isto, e depois há gente que fica perplexa, e pensa:
-Estamos na Semana Santa, se calhar estamos a cometer um grande pecado!
Os políticos, estão "TODOS" no bem bom, grandes hoteis, belas férias,tudo cinco estrelas, e os camelos tinham que ir trabalhar, só para não parecer mal!
Vão-se despir!

Fatyly disse...

Nem todos tiveram ponte e trabalharam com o mesmo afinco e esta guerra de "papagaios" já vem de anos em que querem pôr o pessoal todo à bulha.

Que se lixem e subscrevo as palavras de Carlos José Santos!

Bom sábado

pedro macieira disse...

Não suporto hipocrisias, e discursos manipuladores, pensando que os ouvintes (o povo!) são todos estupidos - e que eventualmente só estarão interessados em discutir o campeonato de futebol.

Por outro lado os comentadores de serviço-sempre os mesmos e escolhidos junto dos interesses dos vários poderes, tentam criar uma opinião pública amorfa que considere que as suas cabeças pensantes e informadas são as detentoras da verdade.
Este caso da tolerância é o exemplo, de como os interesse de alguns "poderosos" são escondidos, tentando que sejam sempre os mesmos os bode espiatórios, das suas incompetências.
Abraços