sábado, abril 30, 2011

Os Azulejos da Escola Oficial das Azenhas do Mar IV

Photobucket
Em Agosto de 2010, contactei a empresa Educa, CMS e Escola do Património de Sintra, solicitando informações sobre o que se passava com os azulejos ornamentais, da Escola Oficial das Azenhas do Mar -azulejos que tinham sido retirados na altura.

Por duas vezes enviei e-mails e por duas vezes não obtive qualquer resposta.

Em Janeiro de 2011 na Revista Municipal de Sintra (2º Semestre de 2010), mas distribuída só nessa altura, surgia uma pequena nota indicando que; "Os azulejos da escola encontram-se a restaurar na Escola do Património de Sintra" - não dando qualquer informação, para quando o sua reposição no local de onde foram retirados.

Photobucket
Foto como e se encontrava a Escola Oficial da Azenhas do Mar, sem vários páinéis de azulejos em 2010

Esta semana houve a reposição dos azulejos que tem a designação "Escola Oficial", ( não sabendo se são os originais se azulejos novos) - faltando ainda os azulejos dos painéis laterais.

A falta de resposta destas entidades, aos pedidos de informação, quando está em causa a imagem de um edificío público, património histórico de Sintra - demonstra a consideração que lhes merecem os cidadãos, por aqueles a quem foi atribuída a gestão da coisa pública.

Photobucket
Foto de 28-04-2011

8 comentários:

Anónimo disse...

Compartilho inteiramente, Pedro, a sua indignação, pela falta de resposta das entidades responsáveis, ao seu pedido de informação.
emília reis

Fernando Castelo disse...

Estimado co-bloguista sintrense,

Recordar-se-à da campanha eleitoral que, aproveitando as carências de muitas famílias, explorou de forma significativa a tónica de alimentação nas escolas a filhos e pais.

Foi em 2009, foi depois com Cavaco Silva, foi ainda no Natal do Ano passado.

Depois, deixou-se de falar.

No entanto, para escrever no meu blogue "Retalhos-de-Sintra", procurei saber - também junto do Presidente da Educa e de dois Agrupamentos - se realmente tinham estado abertos alguns refeitórios, já que me era garantido por pessoas fidedignas,que tal não se tinhe verificado em determinadas datas publicitadas.

Sucede que, igualmente o mesmo Presidente da EDUCA, aquele modelo de professor segundo julgo saber, que escutou o hino nacional com as mãos debaixo dos braços nas recentes comemorações do 25 de Abril (cf. meu blogue com vídeo), nunca teve ao menos a delicadeza de me acusar a recepção.

Aliás, os Agrupamentos também não tiveram coragem de me dizer o que quer que fosse.

Os meus mais solidários cumprimentos,

Fernando Castelo

carol disse...

Quem espera sempre alcança!
Quanto à falta de respostas, Pedro, é preciso não esquecermos que os organismos públicos são de uma enorme arrogância. Nunca mais se capacitam que são SERVIÇOS! E por isso estão lá para... servirem!

Depois queixam-se muito de as pessoas não considerarem os funcionário públicos! E eu também fui: 37 anos!

pedro macieira disse...

Emilia, Fernando Castelo, Carol,
Como digo no texto do post, há uma total falta de respeito pelos cidadãos, por estes diversos poderzinhos.
Cidadãos que com o seu voto lhes permitem ocupar estes confortáveis lugares - que deveriam ser considerados como um serviço PÚBLICO.
Abraços

Luís Galrão disse...

Olá Pedro,
Publico hoje uma nota que recebi da EDUCA a propósito deste assunto:
http://tudosobresintra.blogspot.com/2011/05/azulejos-regressam-escola-oficial-das.html
Abraço!

pedro macieira disse...

Luís,
Obrigado pela informação, que já li.
Pena que só agora exista uma informação sobre o assunto com mais elementos.
Durante o tempo que a escola esteve sem os azulejos-.nem um cartaz no local a informar a razão porque tinham retirado os azulejos, nem nenhuma informação aos próprios habitantes das Azenhas do Mar.
CMS e a empresa Educa, consideram-se donos do património edificado de Sintra - não tem que justificar nada a ninguém - nem aos sintrenses....
Um abraço

Ana Simões disse...

Foi a minha primeira escola... Recordo-a com muito carinho.
Sou fotografa amadora e todos os anos com a entrada do ano novo, dou inicio a um novo projecto. Este ano, decidi dedicar-me á captura da enorme riqueza da arte de azulejaria de Portugal. Como não poderia deixar de ser, comecei pela minha tão amada Azenhas do Mar, e foi com alegria que vi os painéis da minha escola, restaurados... Não sei se todos.. mas que está bem melhor que a ultima vez que a vi, está.
Infelizmente não consegui fotografa-los soube que agora é um jardim de infância e em breve entrarei em contacto com o mesmo afim de tentar uma autorização para os registar...
Foi bom encontrar este blog. Parabéns pelo mesmo!!!
Feliz ano novo.

pedro macieira disse...

Ana Simões,Obrigado pela visita e comentário.
Bom Ano Novo!