terça-feira, setembro 16, 2014

Festas N.ª S.ª do Cabo - Espectáculo com os Diamantes Negros

Foto no Olga Cadaval no 50ºaniversário dos Diamantes Negros em Maio de 2014

 Quinta Sta Theresa - S.Pedro de Penaferrim


Sexta-feira dia 19 de Setembro pelas 22h30, integrado no programa dos festejos de N.ª S.ª do Cabo Espichel.




Fotos da actuaçâo dos Diamantes, na Quinta  de Santo António em Sintra, nas celebrações em  2011 na última visita a Sintra de N.S. do Cabo Espichel. às Freguesias de Santa Maria e São Miguel.


Os primeiros acordes musicais dos Diamantes Negros terão um pouco mais de 50 anos, quando dois meninos, Álvaro José Silvestre e Carlos José Santos (Caínhas), davam autênticos concertos de harmónica no espaço real do Palácio Nacional de Sintra. E, foi aí que começaram a navegar nas ondas da musicalidade ainda que, logo de imediato mudassem de instrumentos. O Álvaro José para viola baixo e o Caínhas para bateria.
Para navegar as ondas da musicalidade era preciso um timoneiro. A escolha recaiu no Carlos Henriques (Xixó) que abarcava vários saberes musicais. A eles logo se juntou o Carlos Rodrigues com o seu saxofone. E foi com estes quatro elementos que o sonho se concretizou, a 25 de Janeiro de 1964. Um ano depois, juntou-se aos Diamantes Negros um outro histórico de peso, o Luis Cardoso.
Em 1965 gravam um disco e dado o sucesso participam em programas de televisão. Nos anos seguintes participam em festivais, concursos de bandas e obtém sempre lugares no pódio.
Os Diamantes Negros, fruto de incidências várias, guerra colonial, por exemplo, tiveram ao longo destes anos 50 anos várias formações.

Fonte:Diamantes Negros



Post relacionado, sobre o 50º aniversário dos Diamantes Negros no Olga Cadaval em Maio de 2014
 

2 comentários:

Graça Sampaio disse...

Fico à espera da reportagem fotográfica do Pedro...

Carlos José dos Santos disse...

Sempre em cima do acontecimento.
Vamos esperar pelas melhoras da meteorologia, e se em São Pedro o referido Santo não molha ainda mais as festas.
Ontem a banda teve que debandar, tal o temporal.