quarta-feira, setembro 10, 2014

O esplendor da Adraga

"Logo na fenda em que se desemboca a estrada, a Praia da Adraga, com um côncavo dourado de areia entre dois morros formidáveis. De um destaca-se uma pedra enorme  caída do mar e o outro parece um monstro pedrificado."
Raul Proença in "Guia de Portugal,1924"
Foto de 10/09/2014 
  
A Praia da Adraga  regressou ao seu esplendor, com a devolução  nos últimos dias da areia que o Oceano tinha levado, no início do ano. Com um mar  anormalmente sereno, como acontece na Praia das Maçãs e Praia Grande,  nesta altura,  é o regresso  neste início de Setembro, ao litoral sintrense nos seus melhores dias.

Texto de Raúl Proença no seu Guia de  Portugal:

Texto publicado no jornal Público

Raul Proença (Caldas da Rainha, 10 de Maio de 1884 — Porto, 20 de Maio de 1941),

Sem comentários: