domingo, janeiro 24, 2010

O regulamento e a prática



A foto que publicamos hoje, foi-nos indicada por um visitante do blogue, e foi encontrada na página da Internet dos Bombeiros de S.Pedro de Sintra.

A foto reporta uma intervenção dos bombeiros junto às tílias do Largo 1º de Dezembro, em consequência dos fortes ventos que se fizeram sentir em todo o País, em 28/03/2009.

A foto permite ver as tílias e as suas copas - um ano depois a intervenção da Câmara Municipal de Sintra, tornou impossivel a repetição de uma imagem como aquela e com um grave prejuízo para o património florestal de Sintra.

Faz o que eu digo, não faças o que eu faço

O Regulamento...

Paisagem Cultural de Sintra - Plano de Gestão
Ficha 30 - Regulamento para a intervenção em Árvores de Sintra

"(...) O corte e a poda de árvores reduzem-se ao minímo indispensável . O abate , em regra só deverá ocorrer depois da árvore ter atingido o termo da sua longevidade, isto é , quando começar a secar, definhar ou apresentar sintomas nítidos de decrepitude; as restantes situações deverão ser ponderadas, de acordo com o estipulado no regulamento e/ou legislação vigente. O regulamento aplica-se a qualquer intervenção que seja necessário em árvores que se insiram em zonas verde de uso público, zonas verde de protecção e enquadramento, estradas e arruamentos, praças e logradouros públicos .
Aplica-se ainda, em elementos similares que se situem em pátios, quintas e propriedades de carácter privado.
Visa aprotecção dos exemplares designados de interesse concelhio ou classificados pela Direcção- Geral de Florestas.
(...)
É com esta determinação que assumimos o presente Plano de Gestão e o submetemos à apreciação da UNESCO.

Sintra 24 de Janeiro de 2005

O Presidente da Câmara Municipal de Sintra
Fernando Reboredo Seara"

A Prática...

Photobucket

4 comentários:

Anónimo disse...

A Junta de Freguesia de S. Pedro de Penaferrim já foi confrontada com estes acontecimentos?
sintrense

pedro macieira disse...

Por paragem durante os próximos oitos dias nas actualizações deste blogue, irei em Fevereiro confrontar as entidades locais e a autarquia sobre estas amputações que designam por podas...
Um abraço

PV disse...

Esta chamada de atenção para o regulamento do Plano de Gestão é muito oportuna. O seu desrespeito é um argumento com que a CMS deveria ser confrontada e que poderá ser bastante eficaz. Afinal, são regras subscritas pelo próprio município e, ao mesmo tempo, um compromisso com a UNESCO!

pedro macieira disse...

PV,
So agora retomei os ritmos exigidos pela blogosfera-razão da minha resposta tardia.

Este regulamento se não foi para o caixote de lixo no minuto seguinte ao ser assinado pelo autarca Sintrense Fernando Seara, é uma questão para o confontar, para se obter alguma resposta sobre a contradição existente.
É um assunto em agenda e que irei ocupar-me a partir de agora.
Um abraço