terça-feira, janeiro 05, 2010

Árvores de Sintra

PlatanosAlmoçageme
Foto:Plátanos após a poda na estrada Almoçageme para Colares em 09-12-2009

Em Novembro de 2009, publicámos vários posts alertando para os riscos que corriam os centenários Plátanos de Colares, derivado de uma acção de poda a que iam ser sujeitos pelas Estradas de Portugal.

Um leitor do "Rio das Maçãs" teve a gentileza de nos chamar a atenção para uma reportagem do programa "Portugal em Directo" da RTP de 18-12-2009, sobre exactamente esta operação que está a ser executada pela Estradas de Portugal, numa parceria com o Instituto Superior de Agronomia, segundo a RTP - na avaliação de cerca de 500 árvores de grande porte no Concelho de Sintra, e que publicamos hoje.


6 comentários:

Anónimo disse...

Será que as que foram "podadas" hoje no Lg. 1º de Dezembro em Sintra, foram devidamente avaliadas?

pedro macieira disse...

O vídeo da RTP e explicações parecem-me bem defensáveis....a execução no terreno só vendo caso a caso e o caso do Lg 1º de Dezembro é um caso para ir ver...

Um abraço

Anónimo disse...

Gostaria de lhe dizer que o corte das árvores continua para as bandas do
Linhó e em S. Pedro.
No Linhó foi recentemente cortado um eucalipto imenso com cerca de metro de
diâmetro numa das raras zonas ajardinadas e, para além dele, um a um vão
sendo cortados os cedros que estão à entrada da mesma localidade. Não sei de
que hipotética doença possam ter sofrido...
Em São Pedro entre ontem e hoje foram cortadas duas tílias centenárias junto
à fonte e em frente ao antigo café da Natália.
Também é sobejamente conhecido o desbaste feito às árvores na estrada que
vai de Chão de Meninos para Sintra.
Consegui falar com alguns amigos e gostaria de reunir pessoas que estejam
interessadas nesta causa. Deste modo poderíamos pensar em formas de alertar
as autoridades e a população em geral para a preservação do património de
Sintra que passa obviamente pela preservação da paisagem e das árvores. Será
alguém poderia ajudar?
Florbela Frade

pedro macieira disse...

Florbela Frade,

Estive hoje no Largo 1º de Dezembro onde foi abatida um Tília de grande porte, com a justificação que estaria doente.As outra duas tílias foram podadas, com uma técnica que me deixa muitas reservas - e que aguardo parecer de especialistas para concluir da sua correcção.
Vou publicar hoje um post sobre mais este caso.
Quanto ao caso de Chão de Meninos, não tive hipótese de acompanhar o desbaste, mas sim a sua assustadoras consequências.
Continuo preocupado com as possiveis consequências deste tipo de intervenção em árvores centenárias, como e o caso dos enormes plátanos de Colares.
Será necessário que todos nós que nos preocupamos com Sintra e com a sua paisagem, utilizarmos a blogosfera e todos os os outros meio para lançar alertas e denunciar o que achamos de errado estar acontecer, de forma que possamos travar procedimento que vão lesar o rico património florestal de Sintra.

Um abraço

Anónimo disse...

Já agora, não sei se repararam que até a piteira que havia sido alvo dum comentário do blog "Tudo de novo a Ocidente" também desapareceu ...
:(

Anónimo disse...

Caro Pedro Macieira
Eu tenho fotos dos abates e também da tília centenária que desapareceu no mesmo local durante o Verão. O abate de árvores uma a uma não dá muito nas vistas, mas o resultado é o mesmo: espaços verdes despidos e qualidade de vida inferior.
Se quiser fotos diga, tenho várias do Linhó e de S. Pedro. Inclusivamente com os funcionários em acção. Há mais dum ano que ando nisto sem qualquer resultado...
Florbela Frade