sexta-feira, janeiro 22, 2010

Quinta do Relógio III

quintarelógioMauricioAbreu
Foto de Maurício Abreu

Quinta do Relógio

"Conta-se que, um dia o rei D.PedroV passava diante desta casa na companhia do seu amigo o marquês de Sá da Bandeira, este último, ouvindo a doce melancolia de um repuxo, perguntou-lhe: «Senhor, o que é este barulho?». «-certamente a água» « -Não, senhor, é o sangue dos negros flagelados pelo chicote que este homem transformou em ouro». Se as origens deste palácio de estilo árabe edificado em meados do séc XIX por um traficante de escravos são bem conhecidas, em contrapartida sabem-se poucas coisas acerca da história desta propriedade."

Monte Cristo

"Manuel Pinto da Fonseca antigo traficante de escravos, cognominado o Monte Cristo, cuja vida tumultuosa é aparentada com a de Edmond Dantés, o Conde Monte Cristo do apaixonante romance de Alexandre Dumas"

Excertos do texto e foto de "Quintas e Palácio dos Arredores de Lisboa"de Anne de Stop (1986)

Posts relacionados:
-Quinta do Relógio II
-Quinta do Relógio

Sem comentários: