quarta-feira, novembro 03, 2010

Memórias do Eléctrico de Cintra

CintraElectrico4
CintraElectrico3
Cintraelectrico2
Experiências Oficiais da tracção eléctrica de Cintra ao Oceano, em 27 de Março de 1904
"Pelas duas horas passando por alas de povo, ligeiros e garridos, os primeiros carros partiram. Largou primeiro o nº14, dirigido pelo engenheiro Wan-der-Wallen. Deslisando vertiginosamente pelas linhas, ao sol saudado pela multidão, o carro atravessou as ruas, passou por entre os campos verdes e em 24 minutos, chegou a percorrer 8 kilómetros.
Pouco depois os outros carros partiram, com os engenheiros Benjamim Costa e Simão de Martel.
Durante o percurso os veiculos eram aclamados, ouvindo-se palmas e vivas , naquele banho de luz , os vidros reluziam, os carros galgavam a distancia, assegurando um novo e bem importante melhoramento à Vila de Cintra. À volta o veículo veio vagarosamente, entrou no Largo D.Amélia, onde havia uma enorme aglomeração que mais uma vez o saudou, mostrando assim o contentamento da população da Vila por este progresso digno de todo o louvor.
Os carros já funcionam para o publico com uma tabela de preços módicos."
Fotos e texto da Ilustração Portuguesa nº22 de 4 de Abril de 1904

CintraEstação
Foto com os carris do eléctrico em frente à estação de Caminho de Ferro de Sintra, no percurso até à Vila velha
Photobucket

O Eléctrico em frente ao palácio da Vila, atravessando o largo D.Amélia
Em Junho de 1900 é constituida a "Companhia do Caminhos de Ferro de Cintra à Praia das Maçãs", mais tarde denominada "Companhia Cintra ao Oceano". Em 1904 foram inaugurados os troços, Vila de Sintra - São Sebastião de Colares e São Sebastião de Colares - Praia das Maçãs.

Créditos
-Fotos e texto dos eléctricos (3 fotos do topo)-publicado na Ilustração Portuguesa nº22 de 4 de Abril de 1904
-Foto da Estação de Caminho de Ferro- publicada na Ilustração portuguesa nº30 de 30 de Maio de 1904.
-Foto do eléctrico na Vila Velha-Publicado publicada na "Ilustração Portuguesa" II série nº31, em 24 de Setembro de 1906.

1 comentário:

Caínhas disse...

Anos mais tarde ao da inauguração da linha do Eléctrico para a Vila, uma cegada da Vila, resolveu fazer um veiculo que simbolizava o eléctrico, e foi da Vila, via estação com a pretensão de chegar a São Pedro, digo bem pretensão, porque os Sanpedrinos, eram muito bairristas, juntaram-se foram fazer uma espera à cegada e acabou ali a brincadeira, e também o eléctrico que ficou feito em fanicos!