sábado, julho 27, 2013

Sobre as Pêras Pérola

PerasPerola2013Blogue

    Temos desde o ano passado acompanhado a produção  (embora reduzida), de Pêras lambe-os-dedos, talvez da única pereira que existe actualmente em Colares -  espécie em vias de extinção nesta região e que é lembrada com muita saudade pelos mais velhos. Pêra pequena em forma de cabaça, com tamanho considerada actualmente sem valor comercial, mas muito lembrada pela sua doçura.
     Por causa desta procura das Pêras lambe-os- dedos, surgiu nas conversas a existência de outro tipo de pêra, também pequena muito apreciada e ainda comercializada –a Pêra Pérola. A razão da foto de hoje.


Curiosidade sobre o nome  do Grupo Cénico Pérola da Adraga de Almoçageme

"Influenciado pelo Carnaval Brasileiro, Alexandre Mateus, começa por fazer pequenas variedades teatrais de rua, na altura desta época festiva. Nesta altura, alguém tipicamente saloio, dizia que nada de melhor existia no mundo do que as peras pérolas da Praia da Adraga. Alexandre Mateus adoptou o nome e aplicou-o ao seu grupo de teatro de rua. É assim que nasce o Grupo Cénico Pérola da Adraga que exibe a sua 1.ª peça teatral na Sociedade Recreativa e Musical de Almoçageme, em 1937."

*Excerto sobre Grupo Cénico Pérola da Adraga retirado daqui:      http://www.jf-colares.pt/?page_id=406

4 comentários:

Nuno Saraiva disse...

Desconhecia que o nome "Pérola da Adraga" vinha das peras. Interessante.

O que conheço bem são as peras pérolas. Comi quilos em miúdo, directamente da árvore.

R.Martins disse...

Muito gira a curiosidade sobre o Grupo Pérola de Adraga , não conhecia e nunca tinha ouvido a versão !
Aprender até morrer e neste blog muito se ensina e aprende !
Um Abraço Vizinho Pedro !
R.M.

pedro macieira disse...

Nuno Saraiva, Raúl Martins,
Obrigado pelos comentários. De facto as Pêras Pérola, serão talvez motivo de mais posts no blogue -pois sempre que se aprofunda a pesquisa, saltam novas histórias, até aqui pouco conhecidas. E já temos coisas para contar sobre outros tipos de pêras proximamente.
Abraços

Graça Sampaio disse...

Não se encontram cá em Leiria. Nem lhes conhecem o nome!