quarta-feira, junho 09, 2010

Os Plátanos de Colares


Um texto publicado no blogue "Tudo de Novo a Ocidente", de Cortez Fernandes, em Novembro de 2007, permite uma real imagem da importância daquele conjunto de centenários plátanos para Colares -"Um verdadeiro ex-libris da antiga e nobre Vila de Colares".

OS PLÁTANOS DA VÁRZEA DE COLARES
Nas bermas da estrada de Colares, em particular na Várzea, junto à Adega Regional, existem numerosos plátanos de provecta idade e porte altivo que dão ao percurso um ar agradável em qualquer estação do ano.

A Adega Regional de Colares, foi instituída em 1930 como medida para se proteger a qualidade do vinho de Colares, que no dizer de Ferreira Lapa "era o vinho mais francês que possuíamos".No entanto, para aumentar a sua graduação os produtores misturavam-lhe aguardente transformando um bom vinho numa mistela...

Ao tempo da construção da Adega já existiam os plátanos frondosos que hoje podemos admirar desde a ponte da Várzea até ao Banzão no caminho da "Praia". São exemplares centenários nos quais os automobilistas apressados nem reparam.

A sombra destas árvores protegeu a fermentação de muitos "caldos" de boas colheitas que estagiaram dentro da Adega. Merecem pois que brindemos à sua saúde esperando no futuro sejam devidamente apreciados.

Para isso no local deveria colocar-se um painel informativo, chamando à atenção para estas imponentes árvores.

Os plátanos da Adega Regional de Colares são um dos "monumentos vivos" que povoam o Município Sintrense.

Um verdadeiro ex-líbris da antiga e nobre Vila de Colares...

Cortez Fernandes -Blogue "Tudo de Novo a Ocidente"


1 comentário:

Anónimo disse...

Que tal fazer o ponto da situação na Tapada D. Fernando?