sexta-feira, novembro 11, 2011

Mais respeito pelas Árvores e pelas Pessoas

Hoje de manhã, já 3 (três) tílias que ontem fotografámos e um plátano estavam abatidos – uma operação rápida de abate, que não permite tempo útil para qualquer contestação ou mesmo pedido de informação sobre os abates que irão ser efectuados. Pedidos de explicações que cidadãos preocupados, têm todo o direito de fazer sobre o património arbóreo, de um local ainda classificado pela UNESCO – mesmo que estes abates tenham alguma fundamentação, face ao possível estado fitossanitário em que as árvores se encontravam, decerto agravado pelas bárbaras podas camarárias que sofreram o ano passado.

É obrigação da autarquia informar os cidadãos quando estão em causa intervenções que lesam o património que é de todos nós.


Dois Plátanos abatidos na Vila Velha

Ontem também no centro histórico de Sintra, junto ao Palácio da Vila, dois plátanos foram abatidos, sem que a CMS tivesse o cuidado de informar os cidadãos das razões dessa decisão, em outra rápida operação de abate.

Não sabemos quantas mais árvores desaparecerão nos próximos dias, a este ritmo. Exigimos mais respeito pelos cidadãos e pelas árvores de Sintra.



Photobucket


Photobucket
Plátano abatido junto ao Palácio da Vila no centro histórico de Sintra

Photobucket

Photobucket
2º plátano abatido junto ao Palácio da Vila

2 comentários:

Fatyly disse...

Sinceramente este presidente de Câmara deve andar mais preocupado com o futebol do com o que deveria averiguar, examinar e eventualmente despachar.

MAIS UM CRIME PÚBLICO!!!!

taróloga tania regina, ribeirão preto - sao paulo - brasil disse...

Aparentemente apresentam cancro nos troncos, que podem colonizar o lenho. E a copa com profusão de galhos epicórmicos, que possuem fraca inserção, se tornando susceptíveis à fraturas em condições de ventos fortes. O pior crime e precursor dos problemas foram as podas realizadas desta forma ao longo dos tempos.