terça-feira, fevereiro 28, 2012

O Painel da Escola Industrial e Comercial de Sintra

Photobucket
Iniciou-se ontem (27 de Fevereiro), na Escola Ferreira Dias, no Cacém, antiga Escola Industrial e Comercial de Sintra um evento, denominado "À Volta do Painel", que tem como objectivo um olhar atento sobre a pintura mural do átrio principal da escola, e também falar sobre as memórias da antiga escola - evento que irá decorrer até 9 de Março de 2012.

O Painel da Escola Industrial e Comercial de Sintra

Pintura mural, inventariada com o número ME/401754/146, pertencente à Escola Secundária com 3º ciclo de Ferreira Dias,
Trata-se de uma pintura mural executada por António Soares em 1964, sobre um painel fixo à parede. Encontra-se profundamente integrada na arquitetura da escola e no espírito da época.
Ao centro temos uma figura feminina, com vestes brancas e uma criança sem roupa aos ombros. Esta criança segura
uma placa onde se pode ler "Escola Técnica/ Sintra Cacém". Ao lado desta, encontra-se uma figura masculina, de mais idade, que tem nas mãos um livro.
Do lado esquerdo e direito estão, respetivamente, cinco jovens do sexo masculino e do sexo feminimo, que hasteiam, bandeiras com símbolos alusivos aos vários cursos técnicos lecionados na escola.
A Escola Secundária com 3° Ciclo de Ferreira Dias teve a sua origem na Escola Industrial e Comercial de Sintra, criada 1959. O edifício inicial, onde se encontra a referida pintura, não sofreu grandes modificações desde a sua criação.
O autor da obra, Mestre António Soares (1894 - 1978), viveu numa época em que se começam a afirmar em Portugal novas correntes estéticas, ligadas ao modernismo, a par do naturalismo. Não teve qualquer tipo de formação académica e iniciou-se na vida artística através da ilustração. Destacou-se igualmente nas áreas da arquitetura, decoração e cenografia. No âmbito da pintura mural, podemos destacar as pinturas no café lisboeta, A Brasileira.
Caracteriza-se por um estilo que lembra Columbano, com grande interesse pela figura e pela sensibilidade e emoção que consegue transmitir. Participou em várias exposições
internacionais, entre 1959 e 1967.

texto retirado daqui

Photobucket



Memórias da E:I.C de Sintra
Com a colaboração prestimosa de Luís Cardoso, (antigo aluno da escola),publicamos hoje duas fotos dos anos 60, com duas turmas dos cursos industriais. Luís Cardoso era na altura já Mestre de Oficinas e também elemento do conjunto musical Sintrense "Diamantes Negros", que abrilhantou várias vezes os bailes de finalistas da escola.
Photobucket
Photobucket

Sem comentários: