sábado, fevereiro 04, 2012

Porque hoje é Sábado...

GaivotasPgrande032012
Beijo
Congresso de gaivotas neste céu
Como uma tampa azul cobrindo o Tejo.
Querela de aves, pios, escarcéu.
Ainda palpitante voa um beijo.

Donde teria vindo! (Não é meu...)
De algum quarto perdido no desejo?
De algum jovem amor que recebeu
Mandado de captura ou de despejo?

É uma ave estranha: colorida,
Vai batendo como a própria vida,
Um coração vermelho pelo ar.

E é a força sem fim de duas bocas,
De duas bocas que se juntam, loucas!
De inveja as gaivotas a gritar...

Alexandre O'Neill, in 'No Reino da Dinamarca'

*Foto -dança de gaivotas na Praia Grande, num dia destes com muito sol.

3 comentários:

Fatyly disse...

Nunca é demais reler O'Neill e ainda ficou melhor com a tua ilustração.

Bom sábado

Anónimo disse...

Não sei do que gosto mais, se do poema do O'Neill se da foto com que o Pedro o ilustra... em sintonia quase perfeita.
"Porque hoje é sábado..." muito bonito!
emília reis

Anónimo disse...

Eu gosto particularmente daquelas sombras.
sintrense