segunda-feira, dezembro 12, 2011

Amanhã Sintra terá menos Árvores (Actualizado)

Actualização 18h00

Photobucket

Foto durante o abate de uma das árvores, hoje às 14h30. O acesso ao local com alguma dificuldade e a pedido,a foto foi tratada para que a identificação dos intervenientes não fosse pública.

Photobucket

No Jardim da Correnteza (antes da estátua do Soldado Desconhecido), estão marcadas árvores para mais abates amanhã. Estas intervenções têm a particularidade sintrense de a substituição das árvores abatidas serem efectuadas com pedras de calçada.

Seria bom que os amigos das árvores de Sintra, com os seus telemóveis ou máquinas fotográficas, registassem essa intervenção de forma a ficar mais um testemunho da falta de sensibilidade manifesta em relação ao património arbóreo, que grassa por estes lados.

6 comentários:

Anónimo disse...

Deveriamos fotografar todas as ruas, porque de um dia para o outro elas desaparecem e nem temos bem a noção de quantas já se foram.
Até em ruas que a Câmara não põe no "relatório" elas vão desaparecendo. Na Rua Conde Seisal um dia destes dei por falta de 2, mas não sei há quanto tempo as cortaram.
sintrense

Fatyly disse...

É uma pena e como parar esse crime?

A meu ver, é tudo porque a Segurança Social já deveria ter saído de onde está instalada, porque são milhares de pessoas que se deslocam diariamente e o passeio não dá para passar sobretudo com crianças e velhos com imensas dificuldades e a idiotice da Cãmara vai pelo lado mais fácil: abater as árvores.

É o país real que temos!!!

Anónimo disse...

Que tal levar o assuntos para as TV's

Anónimo disse...

Por volta dessa hora 14,30)já estavam 2 abatidas, uma de cada lado da rua.
sintrense

Anónimo disse...

Se é intenção da Câmara Municipal de Sintra abater todas as árvores que incomodam a passagem de pessoas pelos passeios ou, criar mais lugares de parqueamento nas ruas (Rua D.João de Castro onde as tílias foram cortadas e em seu lugar foram colocadas pedras de calçada) vamos ter muitas mais árvores cortadas na Vila de Sintra.
Que se cuidem os plátanos da Volta do Duche ...
emília reis

Anónimo disse...

Penso que não terá nada a ver com o incódomo das pessoas (a Câmara quer lá saber disso), mas talvez com os novos residentes de Sintra, que vivem aqui mas não amam Sintra por aquilo que ela é (ou era), querem piscinas, querem Sol...
(haviam de passar Agostos inteiros com nevoeiro e a ir de camisola e gorro para a praia :) , como antigamente, iam-se logo embora)
Um dia ainda vamos ter as ruas cheias de palmeiras!
sintrense