sábado, dezembro 17, 2011

Porque hoje é Sábado...

Natal2011

Natal dos Simples

Vamos cantar as janeiras
Vamos cantar as janeiras
Por esses quintais adentro vamos
Às raparigas solteiras
Vamos cantar orvalhadas
Vamos cantar orvalhadas
Por esses quintais adentro vamos
Às raparigas casadas
Vira o vento e muda a sorte
Vira o vento e muda a sorte
Por aqueles olivais perdidos
Foi-se embora o vento norte
Muita neve cai na serra
Muita neve cai na serra
Só se lembra dos caminhos velhos
Quem tem saudades da terra
Quem tem a candeia acesa
Quem tem a candeia acesa
Rabanadas pão e vinho novo
Matava a fome à pobreza
Já nos cansa esta lonjura
Já nos cansa esta lonjura
Só se lembra dos caminhos velhos
Quem anda à noite à ventura

Popular/José Afonso -Portugal 1968 (Cantares de Andarilho)

1 comentário:

carol disse...

Estes versos, não obstante terem o nome de Natal dos Simples, é mesmo apropriado para as janeiras. Quando era professora de Português, passava este texto e respetiva música aos meus alunos. Mas isso era dantes...