segunda-feira, abril 19, 2010

As infelizes Árvores de Sintra (IV)

As ditas "podas camarárias" Sintrenses, tem tido repercussões na blogosfera, e em associações especializadas em arboricultura - "Árvores de Portugal" e o blogue "A Sombra Verde", dão grande destaque às barbaridades que por aqui continuam a acontecer.


Photobucket
De um texto de Pedro Nuno Teixeira Santos:
(...)

Ao con­trá­rio dos plá­ta­nos e das tílias de Sin­tra, a igno­rân­cia é uma ver­da­deira e peri­gosa infes­tante. Mas que tem solu­ção e sim­ples. Basta ter von­tade de apren­der. Infor­ma­ção, nos dias que cor­rem, é coisa que não falta. Dá-se o caso, inclu­sive, da pró­pria CMS ter orga­ni­zado, no ano tran­sacto, um ciclo de con­fe­rên­cias deno­mi­nado Coi­sas d’ Árvo­res. A apre­sen­ta­ção do evento rezava assim:

Con­tri­buir para que, se as árvo­res se pudes­sem ver ao espe­lho, gos­tas­sem da ima­gem reflec­tida e lou­vas­sem o cui­dado posto na sua fisi­o­no­mia, saúde e pre­ser­va­ção é o tema para o ciclo de acções for­ma­ti­vas que a autar­quia pro­move, gra­tui­ta­mente, no Palá­cio Valen­ças, em Sintra.

Pas­sado um ano, e após as bar­ba­ri­da­des que têm sido rela­ta­das em vários blo­gues, permitam-me reti­rar a seguinte con­clu­são: de nada ser­viu o dinheiro gasto nes­tas con­fe­rên­cias. Nada se apren­deu! Tal­vez por­que, arrisco a opi­nar, o objec­tivo real nunca foi o de apren­der a saber gerir o patri­mó­nio arbó­reo do con­ce­lho mas, tão-somente, criar a ilu­são, entre os sin­tren­ses, de que a manu­ten­ção das árvo­res orna­men­tais iria mudar para melhor.(...)

Ler mais -Aqui


Photobucket

10 comentários:

Anónimo disse...

Já era altura de haver um pouco de respeito por Sintra e por aqueles que se preocupam em defender a sua terra e o ambiente. Será que não merecemos uma resposta? Será que nem sequer têm argumentos para defender aquilo que andam a fazer?
sintrense

Anónimo disse...

http://www.cidadeviva.pt/ver_nots.asp?id=3366

19/4/2010
Sintra finalista nas 7 maravilhas naturais de Portugal

A câmara municipal de Sintra e a New 7 Wonders Portugal vão reunir esta segunda feira na câmara municipal de Sintra, pelas 16h, para definir o plano de acção no âmbito do projecto 7 Maravilhas Naturais de Portugal.

Será que se pode ir à reunião também ? :)

Metalum disse...

Haverá por aí alguém COM CONHECIMENTO do assunto, sem estar "preso" a partidos políticos, que me (nos) possa esclarecer COM VERDADE os prós e contras deste tão falado caso das podas das árvores de Sintra?
Muito agradecido.

Anónimo disse...

Caro/a Metalum
Não faço parte de nenhum organismo ou partido.
Resido em Sintra, e tenho direito à indignação , por porem em causa a sua beleza, o seu passado e futuro.
Sintra sem o seu verde e a sua paisagem, que demorou décadas a crescer não pode ser devastado assim !
sintrense

Anónimo disse...

Últimas:

As árvores da Av. General José Esteves Morais Sarmento (rua da Esc. Condução) já começaram a ser decapitadas. O mesmo tratamento das outras ...
Hoje, estão a continuar o massacre das tílias da R.D.João de Castro mas, as autoridades não deixam chegaram por perto...
sintrense

Carlos Portugal disse...

E hoje, 20/04, pelas 14:30h, estavam a abater cedros centenários junto à estrada que vai do cruzamento da Azóia para a Peninha (coordenadas: 38º46'30.87"N, 9º27'36.78"W), e depois desta, mais adiante, numa florestal que dá acesso ao Monge (coordenadas: 38º45'19.50"N, 9º26'53.10"W). Neste último caso, as motoserras ressoavam ainda pela Serra, e uma viatura dos Serviços Florestais (!) que se cruzou comigo, ao ver que eu tirava fotos, ainda resmungou qualquer barbaridade...

Se disserem que estes abates e podas indiscriminadas e generalizadas, de árvores saudáveis, não são programados a certo nível e resultam apenas da ignorância, desculpem mas não acredito!

Bic Laranja disse...

Bem vê! A formação foi um contratada para funcionários da câmara. A poda foi uma subempreitada.
Cumpts.

Anónimo disse...

A poda foi adjudicada a uma empresa sediada em Palmela "Logistica Florestal" que se apresenta no seu site da seguinte forma:
"Somos especializados em serviços na área florestal e silvicultura com o objectivo de aumentar a rentabilidade do produtor florestal, conseguindo gerar valor com sementes, pinhas, cortiça, madeira e outros produtos florestais."
Sobre a manutenção de árvores ornamentais em recintos urbanos ou outros, nem uma palavra encontrei.
As podas das tílias na Rua D.João de Castro continuaram mas menos radicais. Cortaram os troncos sem ser pela base deixando-lhe alguma da ramada que já tinha despontado.
emília reis

Anónimo disse...

Continuaram ... o menos mau (a biltola 1 ou 2 m acima) continua mau!

pedro macieira disse...

Amanhã, votarei ao assunto já muito recorrente da forma bárbara como tratam as àrvores em Sintra.
Obg. pelos comentários.
Abraços