segunda-feira, abril 12, 2010

O dia Nacional dos Moinhos

Photobucket

No dia 7 de Abril, foi comemorado o dia Nacional dos Moinhos, embora com alguns dias de atraso, aqui fica o nosso registo desta efeméride, com as fotos dos moinhos existentes em "A dos Eis" localidade de nome curioso próximo de Fontanelas/Sintra.

Estes moinhos estão bem conservados, e as suas velas em movimento indiciam que os seus mecanismos continuam a funcionar.

Photobucket

"O moinho foi criado para ajudar o homem a produzir um bem essencial à sua existência, com a utilização de uma força completamente natural, o vento.
Na zona de Lisboa existiam no final do século XVIII cerca de 500 moinhos, que tinham capacidade para produzir perto de meio quilo diário de pão por pessoa, a chamada ração. Foram estrategicamente construídos nos últimos 50 anos do século. Funcionaram em pleno por mais 50 anos, mas a logística e os custos de manutenção eram elevados. A industrialização veio permitir concentrar a produção em uma ou duas fábricas e os velhos moinhos foram fechando uns atrás dos outros. As fábricas tinham acesso mais facilitado a trigo importado, que era a metade do preço.
Em meados dos anos 60 estimou-se que existiam 11.000 moinhos de água e vento a funcionar e com uma produção dirigida ao mercado, mas em pouco tempo chegou-se a conclusão que o número seria muito maior, uma vez que, cada casa rural, com propriedade, tinha um pequeno moinho.
Os moinhos portugueses estão hoje quase todos em ruína, mas os municípios têm recuperado alguns.
Em Vila Verde, Figueira da Foz, foi a Junta de Freguesia que se encarregou de substituir um moinho existente, por outro exactamente igual, para que fosse conservado e pudesse ser mostrado a populações futuras, de modo a que não caísse em esquecimento e fosse recordada a sua importância.(...)"
Texto retirado do blogue Vila Verde Alerta da Junta de Freguesia de Vila Verde, Figueira da Foz

Photobucket

5 comentários:

Fatyly disse...

Adoro moinhos:)e estes embelezam a paisagem entre o Magoito e Fontanelas.

Gostei do texto e deveriam recuperar muitos mais!

Beijos

Anónimo disse...

Se pudesse fazer uma visitinha de manhã para ver a zona do Morais e as podas radicais das tilias que estão a ser feitas ...

pedro macieira disse...

Fatyly,
Este moinhos funcionam, e estão realmente bem conservados, num local magnifico. Um bom sinal de preervação patrimonial.
Um abraço

pedro macieira disse...

Anónimo,

Estive no Largo do Morais há uma semana, e publiquei este post:

http://riodasmacas.blogspot.com/2010/04/arvores-de-sintra-novos-abates.html

Estando fora de Sintra no últimos dias não me foi possivel lá voltar.
Mas o site "Árvores de Portugal" (link à direita neste blogue), tem um excelente texto e fotos do assunto.
Obrigado pela informação.
Um abraço

greentea disse...

conheço bem estes moinhos !
mas não sabia que se comemorava o dia dos Moinhos ...