sábado, março 20, 2010

No dia em que o tecto veio abaixo!

GaragemSintra4
Foto de 2007

De uma notícia de Luís Filipe Sebastião, no "Público" de ontem:

"O tecto do edifício da antiga Sintra Garagem, no Bairro da Estefânia, ruiu totalmente, provocando um valente susto em comerciantes e pessoas que passavam próximo. A autarquia vai avançar com a posse administrativa do imóvel, em avançado estado de degradação, para garantir condições de segurança no acesso à estação da CP de Sintra.

"Ouviu-se um grande estrondo e saiu uma nuvem de poeira", pelos vidros partidos de portas e janelas, conta Miguel Alves, gerente de um café em frente ao edifício de quatro pisos. Foi pelas 14h30 de anteontem que a antiga garagem à entrada de Sintra, paredes meias com o túnel de acesso ao terminal ferroviário, ficou sem o tecto. "Houve quem pensasse que era um tremor de terra e as pessoas que atravessavam a passagem pedonal sobre a linha férrea desataram a correr", acrescentou o comerciante, que não deu pela presença de elementos municipais junto ao imóvel: "Nem sequer vieram ver se há perigo de alguma parede cair para cima de um comboio."


Texto integral do "Público" de 19/03/2010- aqui

Garagem2
Foto de 2007

garagemSintra
Foto de 2007

GaragemcpSintra
"Foi pelas 14h30 de anteontem que a antiga garagem à entrada de Sintra, paredes meias com o túnel de acesso ao terminal ferroviário, ficou sem o tecto. "Houve quem pensasse que era um tremor de terra e as pessoas que atravessavam a passagem pedonal sobre a linha férrea desataram a correr."

8 comentários:

Fatyly disse...

Essa "nódoa de betão" há muito que ameaçava mas vê lá tu que eu pensava que eram as antigas instalações da Oliva e não "Sintra garagem da CP".
Quando foi desactivada a bomba da gasolina tem se visto a desagradação diária e os vários presidentes de câmara terão culpa no cartório, mas para mimáinda é mais gritante quando todos sabemos a burocracia e morosidade nestes processos. Igualmente em perigo está o enorme edificio antiquissimo e cor-de-rosa velho, com uma fachada tão bela, bem perto, igualmente na Estefânia e junto ou por cima da farmácia.
Um local turistico e de lazer, com o trânsito cortado há muito e esta "afronta ao património nacional e paisagistico".
Faço ideia o susto e felizmente que não passei na altura.

Já aprendi alguma coisa e já sei com quem refilar para além da Câmara:)

Anónimo disse...

Nesta nossa vila tudo cai ou tudo se abate, excepto aqueles que têm poder ...

residente

Anónimo disse...

O enorme edifício "cor de rosa velho com uma fachada tão bela" acima citado, propriedade do Comendador Justino vai ser o próximo. O beiral lateral parece uma franja.
ereis

Fatyly disse...

ereis

Obrigado pelo esclarecimento pois não fazia a mínima ideia a quem pertencia. Sim, penso sempre nisso quando passo por perto...franja? diria mais renda:)

pedro macieira disse...

A garagem agora em desmoronamento, a Vivenda Anna,o edifício do comendador, (com o telhado a desabar) tem sido referenciados recorrentemente neste blogue
desde o seu início,2006, já lá vão 4 anos e nenhum destes casos teve qualquer solução durante estes últimos quatro anos.
Mas eles são de facto verdadeiros ícones desta Sintra Património da Humanidade, pela demontração da forma como Sintra trata do seu património.

Só agora é que vereador Luís Duque,responsável,está a pensar em começar a expropriação da ruínas da Garagem,(não por Sintra) mas porque inevitávelmente irá afectar a passagem dos comboios, e aí a CMS teria grandes despesas...com a REFER.
Também o antigo Cinema da Portela irá cair um dia destes, ele que serviu de sede eleitoral,da ex-presidente Edite Estrela, e por coincidência ou talvez não, também pertence ao dito comendador...
Abraços

Anónimo disse...

Está visto: há que espropriar o "Comendador" !! :)

Anónimo disse...

rectifico Expropriar

pedro macieira disse...

Anónimo,
Existe também por Sintra, e não só na India uma casta de intocáveis...
Um abraço