segunda-feira, março 29, 2010

Palácio do Ramalhão II

ramalhao
Porta d'Armas do Palácio do Ramalhão (Foto em Estudos Sintrenses-Francisco Costa)

"Por morte de D.Carlota Joaquina (...) o palácio do Ramalhão, aquela linda e apetecida vivenda e de tanta predilecção da soberana, foi quasi totalmente desbaratada e o seu recheio desfeito na voragem dos leilões.
O palácio do Ramalhão, situado nas proximidades de Sintra, pode dizer-se, sem receio que, para a época era considerado como um interessante museu. Mas o conservá-lo, intacto, poderia trazer qualquer complicação ao seio da sociedade de então e fazer ruir certas ideologias da liberdade.Não sabemo se foi por isso, mas o que é certo, é que tudo foi desmantelado.
carlotaJoaquina
Carlota Joaquina de Bourbon (1775-1830)

(...)daquele ninho confortável que obrigou no seu seio a "àguia política que foi Carlota Joaquina", assim considerada, ou coisa parecida, pelos seus adversários, sairam, a seguir à sua morte todas as preciosidades, depois de inventariadas, a caminho de Lisboa, com destino ao palácio da Bemposta, para se realizar em devido tempo a respectiva almoeda. Assim começava a dispersão de tão belo e admirável conjunto artístico."

Em "Feira da Ladra" Tomo VII 1935, Hemeroteca da CML

Post relacionado: Palácio do Ramalhão

2 comentários:

Fatyly disse...

Um país com uma riqueza patrimonial e história e que pouco ou nada aproveitaram, aproveitam em termos de restauro nem que seja para turista ver, o que é pena.

Gostei de ler, Obrigado**

pedro macieira disse...

Fatyly,
Irei continuar em breve com este tema.
Um abraço