terça-feira, março 02, 2010

Curiosidades Sintrenses (Actualizado)

Photobucket
A primeira curiosidade desta notícia de 26 de Agosto de 1912, na Ilustração Portuguesa, é um relato de um crime de assassinato, acontecido nas Arribas do Mar, local onde apareceu o cadáver de Leonel Faria, que poderá ser na zona da Praia Grande (?) , o restaurante da Piscina tem esse nome...mas será uma localização a merecer confirmação.

Legenda:
1-Arribas do Mar <> lugar do Carrasco onde apareceu o cadáver de Leonel Faria 2-Manuel Roque da Silva e Gregório Roque da Silva, acusados do crime a caminho da cadeia de Cintra para administração 3-O sr. Manuel Ferreira, lavrador de Torres Vedras acusado como mandatário do crime, e em virtude de não se ter feito prova contra ele, foi posto em liberdade. 4-Elisa de Jesus Grego, filha do dono do «restaurant» onde a vitima e os assassinos almoçaram antes do crime e que reconheceu Manuel Roque da Silva e Gregório Roque da Silva como companheiros do assassinado. (Clichés de Benoliel).


A Filha de Júlio Grego

A outra curiosidade desta reportagem da Ilustração Portuguesa, é a foto da filha de Júlio Grego,proprietário do Restaurante Flôr do Mar, na Praia das Maçãs, denominada na altura, Villa Nova da Praia das Maçãs. Neste caso, testemunha do almoço, antes do crime das Arribas do Mar, e que terá reconhecido Manuel Roque da Silva e Gregório Roque da Silva como companheiros do assassinado.
Arribas doMar2

A Taberna de Manuel Prego
"O semanário Correio de Sintra, de 6 de Junho de 1897, dizia que era de lamentar o facto de ser a Praia das Maçãs muito visitada e não existir um estabelecimento conveniente (o do Prego era uma taberna, embora com esplanada), onde os visitantes pudessem tomar as suas refeições e «descansarem um bocado»(...)"
Ler texto integral -aqui

A taberna de Manuel Prego desapareceu há muitos anos , existindo hoje no local um edifício moderno com uma bela vista para a Praia das Maçãs (Rua Nossa Senhora da Praia)
prego1
Manuel Prego à porta da sua taberna

Segundo José Alfredo Azevedo,"no local onde se encontrava a Taberna de Manuel Prego, foi construído o edifício onde funcionou o Hotel Royal, (...)" .
A tabuleta colocada por cima da porta da taberna de Manuel Prego tem escrito, 1889, na mesma altura em que as construções da Villa Guida de Alfredo Keil, e casa do padre António Matias del Campo foram construidas, todos fundadores da Praia das Maçãs.

PraiamaçasMalhoa
Quadro de Malhoa, "Praia das Maçãs", pintado no Restaurante Flôr do Mar, em 1918, e cujo cenário é o mesmo da foto da filha de Júlio Grego, o que não deixa qualquer dúvida do local onde José Malhoa pintou este óleo s/ madeira, que se encontra exposto no Museu do Chiado

Créditos:
Ilustração Portuguesa nº340 de 26 de Agosto de 1912
Foto de Manuel Prego nas Obras de José Alfredo azevedo III

5 comentários:

Fatyly disse...

Desconhecia e adorei toda esta narrativa histórica. Obrigado!

Um abraço

António disse...

Caro Pedro,

Assim à primeira vista, essas arribas parecem-me na Praia das Maçãs.
O restaurante não é o do Prego, é o do Grego, um pouco mais acima, do lado esquerdo, antes de se chegar ao Camarão, num terreno que agora está vedado com umas chapas metálicas verdes. Note que a filha do proprietário se chama Elisa de Jesus Grego. O Grego é que é o restaurante do quadro do Malhoa.
Excelente post! Delicioso comparar a foto com o quadro.
Ficamos à espera de conhecer os contornos do tal crime e de saber, afinal, onde ficam as ditas arribas.

Abraço,

António Lourenço

pedro macieira disse...

fatyly,
Obrigado pelo comentário.
Um abraço

pedro macieira disse...

António Lourenço,
Agradeço a correcção do local e da paternidade de Elisa jesus Grego, confusão que derivou do facto de estar convencido, que o quadro do Malhoa tinha sido pintado na taberna do Manuel Prego.
Pela importância para a reposição da verdade histórica , transcrevi o seu comentário no post de de hoje.
Um abraço e mais uma vez o meu obrigado pela correcção.
Pedro Macieira

pedro macieira disse...

Continuação do comentário anterior:

Relativamente ao local os contactos que efectuei hoje, apontavam para ser um pesqueiro entre a Praia das Maçãs e as Azenhas do Mar, mas continuarei a falar com as pessoas desta zona, para uma melhor confirmação.

Também encontrei no José Alfredo da Costa Azevedo,(como era de esperar) a informação que publiquei no post de hoje,sobre Júlio Grego:

http://blogteste-pmacieira.blogspot.com/2010/03/sobre-o-retaurante-flor-do-mar-na-praia.html

mais uma vez o meu obrigado pelo reparo que permitiu corrigir uma confusão antiga.
Um abraço